Chile, Destinos, San Pedro de Atacama

Diário de Viagem: Atacama – Parte I

04 maio 2015

coisas que amamos diario de viagem deserto do atacama chile 1Deserto do Atacama… não sei vocês, mas essa não era uma daquelas viagens que estavam na minha cabeça há tempos, pelo contrário, surgiu de repente, e assim, de supetão me encantou. Quando comecei a escrever esse post senti a necessidade de dividí-lo para poder me aprofundar mais nos passeios. Nesse primeiro, vou falar o bê-a-bá dessa viagem e no da semana que vem, vou desenvolver bem cada um dos passeios, que tal?!

Como chegar?

Para chegar ao Deserto do Atacama você deve se organizar para ir a San Pedro de Atacama, a cidade que serve de base para todos os passeios e tour que acontecem no deserto. Chegar em San Pedro é bem simples e você tem várias opções.

coisas que amamos diario de viagem deserto do atacama chile 5Você pode ir de avião até Calama e de lá pegar uns transfer para San Pedro. Essa foi a minha opção, achei simples, confortável e nada trabalhoso. Reservei a Licanbur para me levar até a cidade e foi ótimo! Pagamos 20mil pesos chilenos por pessoa, ida e volta. Reservei daqui mas poderia ter resolvido lá na hora com eles sem problema nenhum.

Você pode também ir de carro ou ônibus. Como muita gente combina essa viagem com outras pela América do Sul, a chegada via terrestre pode ser conveniente e bem mais barato. Apesar das passagens não serem caras, pode ser uma melhor opção.

Onde ficar

O que não faltam são opções para todos os bolsos e gostos. Tem albergues, hoteis simplórios, pousadas e hotéis mega luxuosos. Como a cidade é bem pequena não tem muito aquela questão de bairro para se hospedar, mas se de escolher um local que seja do seu agrado e caiba no seu bolso.

coisas que amamos diario de viagem deserto do atacama chile 6Eu me hospedei no Terrantai, que fica bem no centrinho da cidade. Achei bem bom. Uma infra estrutura super bacana, muito bem localizado para quem quer bater perna na cidadezinha e vale o preço que pagamos. Ele não é dos mais baratos, mas não chega nem perto dos mais caros. Ele tem água a vontade, que é um ponto super positivo e não tem TV, que achei que seria negativo, mas honestamente, nem senti falta.

Além desse ouvi muitas recomendações para o Tierra Atacama, que era minha primeira opção, mas infelizmente estava lotado quando cotei. Ele é um estilo diferente. Naquele esquema all inclusive, te oferece todos os passeios, todas as refeições, tem um vista incrível para o vulcão… enfim, um super hotel de luxo. O Explora também segue esse estilo hotelzão de luxo e também é muitíssimo bem recomendado.

comissão booking hotel grande

O que fazer

São tantas opções de passeios em San Pedro de Atacama que vou preparar um post para detalhar cada um desses passeios que eu fiz. Em resumo, os tours basicões são: Vale de la Luna/Muerte, Salar de Tara, Geisers, Lagunas Altiplânicas, Laguna Cejar, Piedras Rojas, Pukará de Quitor…

coisas que amamos diario de viagem deserto do atacama chile 4Outra questão que vou detalhar bem são as empresas que oferecem esses tours. São tantas que se você não sabe exatamente o que você quer, pode ficar difícil fazer essa escolha. Eu escolhi a Grado 10 e reservei meus passeios do Brasil mesmo, com bastante antecedência. Ainda bem, pois quando chegamos lá, muitos passeios estavam esgotados.

Onde comer

Apesar de San Pedro ser uma cidadezinha pequena, é também uma cidade super focada no turismo. Por isso mesmo o que não faltam são opções para todo mundo. Experimentei alguns restaurantes da Caracolles (a rua principal, essa ai embaixo, na foto) e vou colocar pra vocês aqui o que eu achei.

coisas que amamos diario de viagem deserto do atacama chile 3

Blanco: Decoração mais moderninha e comida muito gostosa. Vale a visita para experimentar o famoso Quinotto e o Strogonoff (que não tem nada a ver com o nosso!)
Adobe: Um dos restaurantes mais famosos da cidade não me encantou tanto. Comida gostosinha, preço alto e nada demais.
Casa de la Piedra: Amei a comida. Super saborosa apesar de simples. Achei que é mais adequado para almoço e o ambiente mais rustico é super legal.
La Estaka: Achei a comida bem gostosa e o atendimento excelente. Mas no dia que eu fui estava rolando um show de música ao vivo que quebrou um pouco o clima do ambiente.
Lola: Paramos no Lola para comer uma mega empanada. Ela estava beeeem gostosa e era gigantesca. Super dá pra dividir para umas 3 pessoas, sem preocupação.

O que vestir e o que levar

Esse é outro assunto bastante polêmico quando falamos sobre o Atacama. Também vou fazer um post sobre isso, mas basicamente não vá com nada luxuoso, ignore super maquiagem e saltos. Opte por roupas confortáveis e vista-se em camadas. Você pega temperaturas muito extremas por lá, então é importante estar preparado.

coisas que amamos diario de viagem deserto do atacama chile 7Protetor solar, boné e óculos de sol são outros itens imprescindíveis para sobreviver. Tenha sempre em mãos para repassar quando for necessário ou usar se sentir necessidade.

Melhor época para ir

A região é desértica então, normalmente, você não tem o problema das chuvas. Por isso, eles não dizem ter uma época melhor ou pior. Há quem diga que não vale a pena ir no verão por conta do calor insuportável e nem no inverno por conta do frio. Eu fui na terceira semana de abril e achei ok. Não peguei chuva e peguei temperaturas que variavam entre -9 (nos Geysers) e 27 graus. Sabendo disso e estando preparada não é nada demais.

coisas que amamos diario de viagem deserto do atacama chile 2Para saber mais sobre os melhores passeios do Atacama, clique aqui.
Para saber o que levar na mala, clique aqui.
Para saber os produtos de beleza fundamentais para essa viagem, clique aqui.
Se quiser ver o video da minha viagem, clique aqui.

comissão booking hotel minicomissão real seguro minicomissão rentcars carro mini

Deixe seu Comentário
 
3 Comentários em "Diário de Viagem: Atacama – Parte I"
  1. Amanda Saviano   em 08/05/15 • 14h35

    Que maximo Nati! Tambem fui ao Atacama faz pouco tempo e fiz post estilo diario! Realmente, é um lugar incrivel e que todos deveriam conhecer! Adorei! Mil bjs, Amanda

  2. Inês Miranda   em 04/05/15 • 13h11

    Ansiosa pelo resto dos posts. Principalmente o da mala… Vou em Agosto e já quase ‘nem durmo’ a pensar no que vou levar. Heheh

    • Nathalia   em 04/05/15 • 13h19

      Assumo que a mala foi a parte mais difícil da viagem. Acabei levando coisas demais, mas preferi assim do que sentir falta de alguma coisa! hhahahahah

      Beijos

Voltar para a Home