Colômbia, Destinos, San Andres

Mini-Férias: San Andres!

21 abr 2016

Eeeeee! Finalmente chegaram essas mini-férias tão esperadas. Nesse momento, estou no avião (ou talvez no aeroporto do Panamá durante a minha escala hahahah) a caminho de San Andres, na Colômbia. Diferente das minhas viagens, dessa vez, estou indo passear com mommy e estou adorando.

Vamos passar uma semana por lá curtindo as praias, o sol, o mar, tirando muitas fotos, fazendo passeio de barco e descansando, coisas que as duas estão precisando! =)

Quem quiser acompanhar tudo em tempo real pode me seguir nas redes sociais que vou postar tudo por lá. E claro, na volta teremos muitos posts, videos e fotos de mais essa viagem!

Facebook | Instagram | Snapchat (coisasqueamamos) 

Ah! Não se preocupem que o conteúdo continua com tudo por aqui. Já deixei vários posts agendados para essa semana e vocês não vão nem perceber a minha ausência.

Beijos e até semana que vem!
Nathalia

Arraial do Cabo, Brasil, Destinos

Arraial do Cabo | Brasil

18 abr 2016

arraial do cabo dicas onde ficar o que fazer praias coisas que amamos 1Vocês que me acompanham no snap e no Instagram (é coisasqueamamos nos dois, segue lá!) viram que semana passada passei o final de semana em Arraial do Cabo. Pra quem não conhece, Arraial é uma cidade que fica na região dos lagos, no Estado do Rio e apesar de não ser tão famosa quanto Búzios, mostrou que tem tanto potencial quanto, especialmente no quesito mar e praias.

Sou frequentadora da região desde muito pequena e já tinha ido a Arraial outras vezes, mas assumo que pouco me lembrava. A cidade em si, é bem simples e oferece pouca estrutura para o turista, mas isso não faz com que ninguém desista de ir pra lá.

arraial do cabo dicas onde ficar o que fazer praias coisas que amamos 6

Como chegar

Chegar é fácil. Vindo do Rio você vai pegar a mesma estrada que vai para Búzios e Cabo Frio e seguir as placas que vão te direcionar para Arraial. Em um dia tranquilo e sem trânsito, do Rio a Arraial você vai levar umas 2h15.

Se você preferir ir de avião, o aeroporto mais próximo fica em Cabo Frio que fica a 20 minutos de distância de Arraial. A Gol, a TAM e a Trip são as companhias aéreas que voam para a cidade. Os vôos costumam partir de Buenos Aires, Rio de Janeiro e Belo Horizonte.

Onde ficar

Dessa vez, fui para comemorar o aniversário de uma amiga e como éramos muitos, optamos por ficar em um local que oferecesse alguma estrutura pra gente. Ficamos na Pousada Caminho do Sol. Como eu falei, tudo por lá é bem simples. Essa pousada também é. No geral, achei boa. Quarto simpático, piscininha e sauna, café da manhã bom, mas o atendimento da pousada é bem ruim. Funcionários mal informados, mau humorados e sem o menor jogo de cintura. Enfim… Não é uma pousada ruim, mas provavelmente vou procurar outra opção para me hospedar da próxima vez.

(Pousada da Prainha | Fotos: Booking.com)

Quando nós estávamos escolhendo onde ficar cheguei a ver a Pousada da Prainha, que era minha primeira opção, mas estava cheia para o período. Achei uma das pousadas mais simpáticas da região. Além dela, me indicaram as seguintes opções: Mediterrane Hotel, Varandas ao Mar, Capitão n´Areia e Pousada do Capitão.

Uma outra opção razoável para quem quer hotéis um pouco mais luxuosos é se hospedar em Cabo Frio, que fica a 20 minutos de distância de Arraial. Uma das mais bacanas de lá é o Solar do Arco. Outra opção boa é Best Western Paradiso del Sol, que segue o estilo da cadeia de hotéis, com instalações novas e decoração moderninha. Já o Paradiso Cabo Frio, segue uma linha mais hotel executivo, mas ainda assim é bacanudo.

(Solar do Arco | Fotos: Booking.com)

E aqueles que não quiserem se hospedar em Arraial, ou que que quiserem conhecer outras cidades da região dos lagos, Búzios tem muitas opções boas de hotéis e pousadas e São Pedro da Aldeia, que fica pertinho de Arraial, tem também um hotel bem legal chamado Enseada das Garças.

comissão booking hotel grande

Passeios de Barco

Eu viajei com um grupo de amigos. Passamos dois dias inteiros lá e nos dois dias escolhemos sair de barco. Como a cidade é muito turística as praias ficam lotadas no final de semana e como estávamos em um grupo foi bem tranquilo alugar um barco e conhecer por mar as principais praias e points de mergulho.

arraial do cabo dicas onde ficar o que fazer praias coisas que amamos 2O barco Bonança no pier de embarque na praia dos Anjos

No primeiro dia, fizemos um passeio maior e passamos pela Ilha do Farol, Pontal do Atalaia, Gruta Azul e Cara do Macaco. No segundo dia, passamos pela Praia do Forno, Fenda de Nossa Senhora e repetimos a Ilha do Farol e as Prainhas do Pontal, que amamos.

Todos do grupo amaram o passeio! Sem dúvidas a escolha do barqueiro ajudou. Fizemos o passeio com Paulinho Bonança. O barco dele é uma delicia, tem dois andares, água liberada e cabem até 24 pessoas (ou seja, muita gente para rachar o preço do passeio!). O valor tem que ser combinado com ele de acordo com o tempo do passeio e os locais a serem visitados. Nós optamos por fazer o passeio privado, só com o nosso grupo então foi muito legal porque tínhamos liberdade de escolher onde parar, quanto tempo ficar…

Paulinho Bonança
(22) 99869-2562 | Facebook

IMG_4540Paulinho e Anderson, os comandantes do Bonança, o nosso barco em Arraial.

Outra empresa conhecida na região para fazer passeios de barco é a Arraial Vip Turismo. Inclusive, eles que nos ajudaram a encontrar o Paulinho. Eles também fazem passeios privados ou não, e oferecem o mesmo esquema. Sem dúvidas, vale muito a pena.

Praias

  • Praia do Forno: Praia linda que fica no centro da cidade. Para chegar é necessário fazer uma trilha leve de uns 15 minutos.

Passeando de barco pela Praia do Forno

  • Prainhas do Pontal do Atalaia: Na minha opinião é uma das mais bonitas. É aquele mar caribenho, sabem!? Sem onda, verdinho, de embasbacar… Para chegar basta descer alguns (muitos) degraus de uma escadaria de madeira.
  • Praia Grande: É bem no centrão da cidade e não tem a cor, nem o charme das outras praias acima, mas ainda assim é uma opção para que quer pegar um sol e dar um mergulho sem se afastar do centro.
  • Praia dos Anjos: É de onde saem os barcos, por isso mesmo não é uma boa opção para mergulho.

Mergulho delicia em frente a gruta do amor no Pontal do Atalaia

  • Ilha do Farol: Como o nome mesmo diz é uma ilha que fica em frente ao Pontal do Atalaia e só é possível chegar lá de barco. É um dos lugares mais deliciosos para mergulhar.
  • Gruta Azul: Outro lugar que só é acessível de barco. Ele fica pra fora da “baia” de Arraial e é em mar aberto. Não é permitido entrar na gruta, mas o nome já diz tudo e a água no entorno é super azul e lindíssima.

Onde comer

Os restaurantes por lá, como não poderia deixar de ser, são bem focados em frutos do mar, mas descobrimos um português delicioso na beirinha da praia e um flutuante super legal para quem quer dar uma descansada no passeio de barco:

  • Bar do Tuga: Fica coladinho na praia dos Anjos e é especializado em comida portuguesa. Os pratos tem preço honesto e são super bem servidos. Comemos moqueca de camarão, peixe com molho de manga (especialidade da casa) e bacalhau com natas. Tudo delicioso.
  • Sol na Cozinha: É o restaurante da pousada Caminho do Sol. A comida é gostosinha, mas demorou muuuuito para servir. Esperamos mais de 1h20 para chegar o prato.

Outras indicações que recebi foram: Saint Tropez Plage, Meu Xodó, Restaurante Pôr do Sol…

arraial do cabo dicas onde ficar o que fazer praias coisas que amamos 4Vista da Ilha do Farol

A minha dica é evite ir durante as férias e feriados pois a cidade fica muito cheia e as praias lotam muito. Vá em um final de semana normal ou, se possível, durante a semana. O paraíso será todo seu e você irá curtir e aproveitar muito  mais.

Arraial fica bem pertinho do Rio e é uma cidade que merece a visita. Não deixe de passar por lá se for passar uma temporada na região dos lagos ou se vier ao Rio conhecer. Tenho certeza de que você não vai se arrepender. Eu gostei tanto que já estou organizando a próxima ida para lá!

 comissão booking hotel minicomissão real seguro minicomissão rentcars carro mini

Moda

As modas desse verão

05 jan 2016

Todo ano é a mesma coisa, estação vai, estação vem e as modas aparecem e desaparecem. Mas parece que isso fica um pouco mais evidenciado quando o assunto é o verão. Esse ano, não poderia ser diferente. Por isso, selecionei algumas coisas que estão e vão continuar com tudo na estação mais feliz do ano.

Chapéu com frases divertidas: Assumo que sou completamente apaixonada por essa moda. Acho o chapéu lindo, um acessório super funcional e que tem uma bossa extra com essas frases fofas. Sem falar que como alguns deles usam paetês para escrever as frases, fica ainda mais chiquezinho e charmoso, não é!?

Maiôs e bodies com recortes: Essa moda, apesar de não ser novinha, se reforçou ainda mais com a chegada do verão. O segredo pra não ficar com a marca dos recortes é colocar a peça no pós-sol para chegar naquele almoço badalado ou no pós-praia.

Chapéu Panamá Colorido: Outra moda que vai e volta e dessa vez voltou com tudo! Adoro os super coloridões. Dão um “tchan” especial ao look e deixam a produção muito mais divertida. Funcionam muito bem tanto na praia, quanto no dia a dia para se proteger do sol e animar o look.

Os biquinis Triangl: A marca australiano chegou com força total e já tomou conta do verão brasileiro (e do europeu também). Há quem ame, há quem odeie. Eu pessoalmente acho bem bonito e até comprei um genérico baratinho pra mim na C&A (tem aqui). Os originais são carinhos e começam em U$80.

Scrunchies: Essa moda ainda tá pegando por aqui. Acho que só não pegou de vez pois muita gente tem resistência a ela. Os scrunchies são os antigos prendedores de cabelo que usávamos nos anos 80 e estão voltando. Eles são uma boa opção para a praia (e pós-praia) pois não marcam o cabelo e não quebram os fios.

Biquinão: É assim que eu chamo. Não sei o nome oficial desses biquinis que parecem um top em cima, mas eles estão super bombados por todos os lados. Acho lindos, mas não tenho modos para tomar sol com um modelo desse. Tenho certeza que vou me bronzear errado. Pra quem consegue é uma opção super cool e que ainda protege o colo do sol. Quem, como eu, não conseguir usar no dia a dia, pode aplicar a mesma técnica dos maiôs recortados e colocar o biquinão só no pós-praia.

Ufa! Acho que essas são algumas das principais modas e tendências que eu percebi para esse verão. Assumo que já me joguei em algumas e estou resistindo bravamente (não sei até quando) a outras, mas… e vocês? Estão conseguindo seguir firmes sem se jogar na tentação?!

Beleza

Testei: Fekkai Solei

14 out 2015

IMG_2411Aproveitei esse feriadinho para passar uns dias em Búzios, pegar uma prainha e dar uma descansada. Isso significa que me esbaldei de ir para o mar, pegar vento, sol e super danificar meu cabelo com isso. Pra piorar tudo, esqueci completamente de levar meus produtinhos de cabelo, versão praia.

IMG_2413Minha cunhada me emprestou o Fekkai Solei, que ela vem usando há alguns meses e tem amado. Usei o produto todos os dias e gostei muito. Ele tem protetor solar e protege os fios, mas também amacia o cabelo e deixa ele menos embaraçado pós-mar.

IMG_2412A textura dele é ótima, super fácil de espalhar. Um creme branquinho, mais denso mesmo. E o cheirinho é uma delicia. Sem dúvidas um produto que eu quero comprar para ter. Aliás, esse é o ponto negativo dele. Não é um produto baratinho (principalmente agora com o dolar nas alturas). Essa embalagem com 113g custou U$20 nas Ricky´s em NY, no Carnaval. Ou seja, barato não é, né? Mas que valeu, sem dúvidas, valeu e eu já estou desejando um desses pra mim.

Onde? Foi comprado na Rick´s de NY, mas achei para vender aqui.
Quanto? U$20

Brasil, Destinos, Paraty

Diário de Viagem: Paraty!

13 abr 2015

coisas que amamos diário de viagem paraty 1Interrompemos a programação ibérica (alô Portugal e Espanha) para falar um pouquinho sobre esse mini-paraíso há poucas horas do Rio e de São Paulo: Paraty. A cidade, que fazia parte das minhas metas de 2015, foi uma grande surpresa. Positiva, com certeza. Um clima mais relax, uma boa mistura das praias paradisíacas de Angra com o agito noturno de Búzios, faz e Paraty um lugar único.

Como chegar

Acho que as melhores opções são chegar de carro/ônibus ou de helicóptero. Ela fica a mais ou menos 3h30/4h do Rio e 5h de Santos, em São Paulo, se você optar pelo transporte rodoviário. A cidade não tem aeroporto e o grande aeroporto mais próximo é o do Rio. Se você tiver um jatinho (ryco!), talvez o de Ubatuba suporte. Helicópteros também são uma opção, caso funcionem para você.

IMG_9951(Na ilha dos Côcos. Chegue cedo para não precisar dividir esse paraíso espaço com ninguém!)

Se você quiser, pode chegar na cidade de barco. Ela tem um porto bem no centrinho e algumas marinas no entorno para você ancorar o seu barco.

Onde ficar

Há muita discussão sobre essa questão quando o assunto é Paraty. Uns falam que é imprescindível ficar no centro histórico pela comodidade de se fazer tudo a pé. Outros falam que a boa é ficar fora para evitar o barulho e a confusão da cidade cheia.

IMG_9886A minha opinião é que ficar no centro histórico é uma excelente opção pela localização privilegiada. Você não vai precisar do carro para quase nada. Isso é uma mão na roda. Quando a cidade está cheia, você poderá pegar engarrafamentos e ter dificuldade para estacionar próximo ao centro quando quiser jantar ou pegar o barco para fazer algum passeio.

Eu fiquei na Pousada Aconchego, uma opção bem simples, mas condizente com seu preço super ok! Como fui em alta temporada, acabei tendo dificuldade de conseguir um hotel melhorzinho com um custo x benefício melhor. Mas quando comecei as pesquisas me deram várias opções de locais legais para se hospedar: Pousada do Sandi, Casa Turquesa, Pousada Literária, Arte Urquijo, Pousada da Marquesa, Pousada do Ouro, Arte Colonial, Maris, Porto Imperial e Othon Vila del Sol (fora do centro histórico). Todas me pareceram super bacaninhas.

comissão booking hotel grande

O que fazer

Paraty é uma cidade com muitas belezas naturais. Os programas mais comuns são passear pelas praias da região de barco. Você pode fazer o passeio de trainera/escuna ou se preferir algo mais exclusivo pode alugar uma lancha ou um veleiro. Como éramos seis, essa foi a nossa opção e, apesar de ser bem mais caro, achei que valeu muito a pena.

IMG_9952(A cachoeira da Praia Grande de Cajaíba! Bem bonita!)

Alugamos uma lancha privativa para cada um dos dias e foi ótimo. No primeiro dia fomos ao Saco de Mamanguá, passando pelo Aquário, Saco da Velha, Cotia, Ilha Comprida e a casa onde foi gravado Crepúsculo (que é dentro do Mamanguá). Fizemos o passeio com o Valdemar, que tem uma lancha novinha e super boa. Recomendo muito. O telefone dele é (24) 99842-5410. Almoçamos no restaurante do Dadico que tem mais fama do que de fato vale a visita. Apesar da vista bonita do restaurante, a comida deixa a desejar.

No dia seguinte fomos a Praia Grande de Cajaíba. A praia em si não é nada demais, mas a cachoeira que tem nela é legal. No caminho paramos na ilha dos Cocos, um lugar surreal de lindo! Nesse dia almoçarmos no Hiltinho. Delicioso!

coisas que amamos diário de viagem paraty 2(A casa da lua de mel de Edward e Bella, em Crepúsculo. Fica no Saco de Mamanguá!)

Outra coisa bem bacana de se fazer em Paraty é passear pelas muitas cachoeiras de região e ir parando em algumas estâncias e restaurantes para experimentar a culinária local. Bem no estilo: comendo, bebendo e mergulhando na cachoeira. Visitamos a cachoeira da Pedra Branca e a do Tobogã. Pra quem gosta de cachoeira é um programa legal!

Onde comer

Esse poderia ser um capítulo a parte de Paraty. Porque ô lugarzinho bom pra comer. São muuuuitas opções boas espalhadas pela cidade (e pelas ilhas perto da cidade também!). Analisamos as opções e acabamos escolhendo alguns restaurantes para visitar:

IMG_9863(O Saco de Mamanguá visto do pier do restaurante do Dadico)

Banana da Terra: Fizemos reserva com antecedência para garantir nosso lugar e foi ótimo. O restaurante é um pouco caro para os padrões da cidade, mas com toda certeza vale a visita. A comida é maravilhosa, o atendimento é impecável e o ambiente é super agradável.

Le Castellet: Uma creperia tipicamente francesa, daquelas que o cardápio fica na parede escrito em lousas e o dono vem pessoalmente explicar o funcionamento da  casa e tirar o pedido. Uma delicia. Sem falar nos preços, que são ótimos. Recomendadíssimo.

Hiltinho: Fica em uma ilha e todos os barqueiros conhecem. Não é um restaurante barato e precisa de reserva porque fica lotado, mas a comida é deliciosa e a vista para o mar é incrível.

IMG_9929(A baía de Paraty vista da varanda do restaurante do Hiltinho)

Além desses vimos alguns outros que pareciam ser muito bacaninhas. Vale bater uma perninha para achar algum que seja a sua cara e que atenda as suas expectativas de preço/sabor. Nesse link aqui tem muitas opções de restaurante por lá.

Em resumo, é isso. Paraty é um lugar muito bacana e com certeza vale a visita. Nos feriados, como em qualquer lugar turístico, a cidade fica mais cheia e por isso as coisas precisam ser reservadas com antecedência. Sejam os barcos privativos ou os restaurantes. Fiquem atento as dicas e aproveitem essa cidadezinha deliciosa.

comissão booking hotel minicomissão real seguro minicomissão rentcars carro mini