Destinos

A foto de casal perfeita… com tripé!

13 jul 2016

Semana passada recebi um comentário aqui no blog de uma leitora perguntando como as minhas fotos com o Alexandre ficavam tão boas. Ela questionou se eu pedia para as pessoas na rua tirarem, se eu ensinava como eu queria a foto… pois bem, não. Isso é impossível. Pessoas na rua, não conseguem tirar fotos boas. Isso é um fato. Já tentei e acho que 99% das vezes a foto fica tão ruim que é apagada quase que imediatamente depois daquele “obrigada, ficou ótima” mentiroso. Para boas fotos, aprendi a lição e comprei um tripé.

Sem dúvidas ele é o grande responsável pelas melhores fotos que temos. Enquanto um prepara a máquina, o outro já se posiciona para dar o foco correto e calcularmos se não estamos cortando cabeças e braços… O lado positivo são as fotos lindas, o negativo é carregar esse trambolho.

Quando escolhi meu tripé meu primeiro pensamento foi: quero o menor possível. Mas não é bem assim que você tem que fazer. Primeiro, se a sua máquina for profissional (a minha é essa aqui) seu tripé tem que aguentar o peso dela, logo, não será o menor possível. Minhas dicas para vocês na hora de comprar o tripé são:

  • Veja se ele suporta o peso da sua máquina
  • Fique atento ao tamanho final dele quando aberto e quando fechado
  • Veja se ele é leve e fácil de carregar, você vai levá-lo pra cima e pra baixo
  • Atenção nas facilidades dele: tem alça? os pés são flexíveis porém oferecem firmeza e segurança? ele tem alguma bolsinha ou proteção?

Foi dessa forma que escolhi o meu. Ele é da Vivitar, chega a 1,62 de altura (maior do que eu! hahahaha) e foi um dos mais baratos que encontrei na época que comprei. Ele fechado fica de um tamanho razoável, não é pesado e é super resistente. Aguenta bem o peso da máquina e é super fácil de transportar. Seja com a bolsinha ou usando a alça que é dele. Achei o meu para vender aqui e achei o preço ótimo. Foi mais ou menos a mesma coisa que paguei há 1 ano atrás.

coisas que amamos diario de viagem deserto do atacama chile 6Uma das muitas fotos que tiramos com tripé no Atacama

Se a sua máquina for semi profissional ou for daquelas pequenininhas, existem tripés menores e mais baratos. Dá uma busca ai nesse site que vocês encontram. Nesse video aqui, mostrei o meu tripod, o outro tripé que eu sempre usava quando não tinha a máquina profissional. Também recomendo muito.

No geral, acho que vale MUITO a pena ter um tripé, principalmente quem viaja muito sozinho ou em casal. As fotos ficam muito mais bonitas e você não precisa ficar pedindo ajuda dos outros na rua.

Deixe seu Comentário
 
1 Comentário em "A foto de casal perfeita… com tripé!"
  1. Carol Couto   em 19/07/16 • 15h21

    Obrigada pelo post Nat!! No comentário já tinha tirado todas as minhas duvidas, com post então lacrou!!! Tirou todas as minhas duvidas e de outras leitoras tbm. Bjuss

Voltar para a Home