Gravidez e Maternidade, Sono do Bebê

5 dicas pro seu filho dormir à noite inteira

26 nov 2018

“Eu já tentei de tudo e nada faz meu filho dormir.” Eu escuto muito isso quando iniciamos um processo de aprendizagem de sono – “será que vai funcionar para mim? Eu já tentei de tudo!” Eu entendo… mas talvez não tenha funcionado, justamente por você ter tentado de tudo.

Sono é um processo, não dá certo de um dia para o outro. No post de hoje, vamos falar de algumas coisas que você precisa verificar no sono do seu filho antes de iniciar qualquer processo de aprendizagem.

Você tem uma rotina durante o dia?

Não precisa ser rígida, mas seu filho precisa ter regularidade durante as atividades do dia. Geralmente as crianças tem hora para comer. De acordo com estes horários de alimentação, inclua o sono do dia e atividades como higiene ou passeios fora de casa. Assim você não fica presa ao relógio, mas consegue seguir uma sequência onde seu filho entenda o que vai acontecer. Um dia bagunçado pode prejudicar muito uma aprendizagem de sono à noite.

Seu filho dorme demais ou pouco durante o dia?

A primeira coisa que deve ser feita quando a família resolve ajustar o sono da criança é anotar todos os momentos de sono (diurno e noturno) para se saber a capacidade de sono da criança. Pense sempre que o ideal é deixar de 10 a 11 horas de sono para a noite, então se no total seu filho dorme 13 horas, não deixe que o sono do dia ultrapasse 3 horas (mesmo que ele faça 2 ou 3 sonecas).

Para as crianças que dormem apenas 1x por dia, nunca deixe esse sono passar de 2 horas.

Lembre também que uma soneca deve ter no mínimo 40 minutos (duração de um ciclo de sono) para que todas as funções fisiológicas que ela precisa cumprir no corpo da criança sejam feitas.

Menos de 40 minutos e mais de 2 horas é um sono do dia que também pode prejudicar sua aprendizagem de sono.

O horário do sono do dia é adequado?

Depois de fazer uma agenda, você deve perceber algum padrão de sono para seu filho e é uma ótima ideia colocar as sonecas de acordo com a janela de sono adequada para a idade e perfil da criança. Entretanto tem um horário que a maioria tem sono, mas que dormir nessa hora pode causar um estrago de noite – o horário da bruxa – depois de 17h30.

Nessa hora, se seu filho já tem mais de 6 meses, o melhor é distrair, mostrar algo diferente, tirar o foco do sono. Esse é o momento do fim do dia, quando a melatonina começa a ser liberada, e é um horário que, para a maioria, se um cochilo mesmo que curto acontecer, a resistência da criança para entrar no sono de noite vai aumentar assustadoramente.

Você respeita o horário do seu filho dormir?

Muitas famílias tem uma vida corrida e querem aproveitar as crianças no fim do dia, mas infelizmente, fim do dia é hora de baixar energia, de descansar. Tentar deixar a criança acordada a qualquer custo, só para ter um momento com ela, pode deixar essa criança nervosa, ela provavelmente vai liberar hormônio de vigília para se manter acordada e esse é o mesmo hormônio do stress, ou seja, o estrago está feito.

Como as crianças são muito reguladas pela claridade, a maioria acorda entre 6h e 7h da manhã, e portanto, para garantir de 10 a 11 horas de sono noturno, a hora de criança estar na cama é entre 20h e 21h00.

Tente momentos de qualidade com seu filho em outro momento. Não force que a criança fique acordada.

Depois de passar por todos estes itens, minha sugestão é traçar um plano, uma estratégia, se alinhar com os outros familiares para que todos possam ajudar e seguir o plano. Não desistam no primeiro choro, ou se funcionar um dia e nos outros dois ou três dias suas noites forem desastrosas. É assim mesmo. Não procure “o que estou fazendo de errado” mas tenha a máxima “meu filho está no processo de aprender a dormir e essa variação de comportamento faz parte dessa aprendizagem”.

FOTOS: Nanda Castelo Fotografia

Deixe seu Comentário
Voltar para a Home