Destinos, Dubai, Emirados Árabes

Dubai | Emirados Árabes

29 ago 2012

Não sei vocês, mas Dubai sempre foi um lugar que despertou minha curiosidade. Talvez pelas muitas transformações que vinha sofrendo, talvez pela grandiosidade de sua existência, ou ainda, pela sua história um tanto quanto diferente. Mas sempre soube que um dia eu iria a Dubai. E chegando lá, encontrei exatamente o que eu esperava, só que 10 vezes mais quente. Pois é, em Dubai faz um calor infernal.

Onde ficar

São muitas opções de hospedagem em Dubai. Desde hotéis 7 estrelas (!!!) até aqueles mais simplórios. Os lugares também são variados. Há quem opte por ficar perto dos shoppings, outros que preferem a região mais próxima das praias, ou ainda aqueles que preferem a parte antiga da cidade.

Eu optei por ficar perto da praia e as opções são infinitas. Escolhi Jumeirah, que é um bairro bem bacana, com uma rua cheia de lojinhas, bares e restaurantes na beira da praia. Fiquei no Sofitel Jumeirah Beach e adorei. O atendimento foi excelente, as acomodações eram ótimas e a infraestrutura oferecida por eles foi super satisfatória. Fiz minha reserva pelo booking.com e valeu a pena.comissão booking hotel grande

Como se vestir

Em Dubai, as regras são ainda mais rígidas que na Turquia com relação às vestimentas e demonstrações públicas de afeto. Mas ao mesmo tempo é 10 vezes mais quente, então é missão quase impossível seguir a risca.

Eles sugerem que em locais públicos você evite mostrar joelho e ombros. Como vocês podem ver nas fotos eu escondi os ombros, mas não pude poupar o joelho. Estava fazendo 42° na sombra (não, isso não é exagero!).

Nos shoppings você encontra placas bem explícitas falando sobre as regras de vestimenta e sobre as não-demonstrações de afeto em público. Então evitei andar de mãos dadas no shopping e beijar e abraçar nem pensar. Acho que se você se dispõe a conhecer uma nova cultura, o mínimo que pode fazer é vestir a camisa e dançar conforme a música deles, certo?

O que fazer?

Dubai Mall – É o maior shopping do mundo até o momento, onde tem show das águas a partir das 18h e de onde se vê mais de perto o Burj Khalifa.
Burj Khalifa – O maior prédio do mundo. Lá de cima tem uma vista incrível da cidade. Eu não subi por conta da névoa que estava tomando conta de tudo, e achei que lá de cima eu não iria ver nada, afinal já estava ruim de ver de uma distância muito menor. Para subir ao observatório do prédio, você pode comprar seu ingresso na hora (e pagar beeeem mais caro) ou se programar com antecedência e comprar pela internet por um preço muito mais honesto.
Mall of Emirates – Outro shopping imenso. É nele que está a tão famosa pista de ski indoor, a maior do mundo. Ski Dubai, como é conhecida tem algumas pistas para ski, snowboard e para aqueles que só querem um pouco de diversão escorregando em tobogãs e bóias.
Deira – Essa é a parte antiga de Dubai. Lá você encontra o Gold Market, algumas mesquitas, um Souk e uma cara mais de Arábia mesmo, sabe? Tipo Alladin.
Burj al Arab – O tão famoso hotel 7 estrelas em formato de vela. Ele é realmente muito bonito de ver. Dá vontade de tirar foto até não poder mais. Infelizmente para entrar nele você precisa ser hóspede ou então ter reserva em algum de seus restaurantes/bares. Caso contrário, você será barrado na porta, então evite o mico e se quiser entrar reserve uma mesinha no bar ou nos restaurantes de lá.
Atlantis – Outro “hotelzão”. Dessa vez, o hotel vindo das Bahamas diretamente para Dubai, além de sua arquitetura super característica oferece vários tipos de entretenimento aos hóspedes e aos turistas curiosos. Parque aquático, mergulho com golfinhos, nado com tubarões, etc., e ainda fica hospedado na pontinha da famosa palmeira, a Jumeirah Palm.
Abu Dhabi – Esse é o outro emirado famoso. Mas como dá pra fazer um passeio de um dia inteiro até lá, fica como uma dica para quem vai passar mais tempo em Dubai e poderá visitar o emirado vizinho. De carro, fica a aproximadamente 1h30 de distância e várias empresas fazem os passeios caso você prefira não dirigir. Procure o concierge do seu hotel e ele poderá te indicar alguma. Já em Abu Dhabi, não deixe de visitar a mesquita branca, que dizem ser a mais bonita do mundo (oh!), os souks e claro, a super instalação da Ferrari.

Como se locomover

Em Dubai o sistema de transporte público é bom, mas ainda está longe de ser perfeito. Apesar de ver pontos de ônibus com ar condicionado e monorail para os principais pontos turísticos da cidade, ainda não supre a necessidade que a cidade exige de locomoção.

Como só fiquei 48h por lá, optei pelo Big Bus Tour, que são aqueles ônibus vermelhos de dois andares que ficam circulando em pontos turísticos. Ele custa Dhr 225 para 24h de uso e para em todos esses pontos que eu falei acima (exceto no Atlantis) fazendo dois circuitos diferentes e ainda fazendo um circuito por “mar”. Você só consegue completar o circuito todo em 24h se pegar o primeiro ônibus e não descer em nenhum ponto, então se organize bem para ver se é isso que você quer mesmo.

Além disso, você encontra taxis por todos os lados lá. São super seguros, com taxímetro e achei bem barato pelas distâncias que percorrem. Ah! Os hotéis muitas vezes oferecem transporte gratuito para os shoppings. Informe-se na recepção do seu hotel para ver se ele oferece shuttle para algum dos shoppings da cidade.

Onde comer

Dubai é o paraíso dos restaurantes incríveis. São opções de todos os tipos de comida e para todos os gostos e bolsos. Eu fui ao Píer Chic, um restaurante lindo de viver que fica sob o mar, em um píer, ao lado do Burj al Arab com uma vista incrível. Não é dos baratinhos, mas vale à pena.

Compras

Sim, com os maiores shoppings do mundo Dubai não poderia deixar de ser um paraíso das compras. Você encontra todas as lojas, todas as marcas reunidas em um único lugar (ou dois) e se joga. Os preços são muito parecidos com os da Europa, então para nós brasileiros não é nenhuma pechincha, mas ainda assim vale à pena.

Produtos de marcas de luxo internacionais são facilmente encontrados lá com preços bem convidativos. Comprei uma bolsa pelo mesmo preço dos EUA, e não, a marca não tabelava preços então, acho que vale a pena pesquisar na hora de fazer comprinhas por lá.

CLIQUE AQUI E VEJA TUDO SOBRE O RALLY NO DESERTO DE DUBAI!

comissão booking hotel minicomissão real seguro minicomissão rentcars carro mini

 

Destinos, Dubai, Emirados Árabes

Rally no deserto de Dubai

21 ago 2012

Esse post é para mostrar pra vocês o quanto eu sou uma pessoa aventureira. Há! Uma das coisas que fui pra Dubai sabendo que faria era o tal rally/safari no deserto. Vi vários sites, muita gente falando bem e sabia que esse era um programa legal que eu e (especialmente) o namo íamos gostar. E foi exatamente o que estávamos esperando. Um passeio com alguma aventura, coisas para turista e muita história para contar depois.

Escolhemos nosso passeio com a ajuda do concierge do nosso hotel. Ele ligou e reservou os nossos lugares com a empresa Planet Tours e Safari e no dia do passeio um carro veio nos buscar no hotel por volta das 14h. No nosso carro estavam outros 4 hóspedes do hotel e o motorista. Ele explicou que estávamos indo para o local onde o passeio começaria e onde encontraríamos com nosso “bando”. No caminho foi mostrando alguns pontos que podíam ser de nosso interesse e explicando cada um deles. Um fofo.

Quando chegamos no deserto, eles pedem que a gente desça do carro e começam a esvaziar os pneus para que o carro não atole #truque. Enquanto isso, os turistas ficam enlouquecidos já tirando milhares de fotos e filmando os carros que já começaram a fazer o rally. Depois que os pneus estão mais vazios todos entram de volta no carro e começa o passeio. Nosso motorista, que não é nada bobo, colocou uma música ótima super alta e iniciou suas manobras. Foi MUITO divertido.

Íamos passando entre as dunas, deslizando e levantando muita areia com a roda. Uma sensação muito boa. Isso dura uns 25 minutos, até que eles param o carro no meio do deserto e todo mundo desce novamente para tirar fotos e descansar um pouco do sacolejo causado pela aventura. Alguns aproveitam o momento para colocar os bofes… deixa pra lá. Como o carro sacode muito, algumas pessoas passam mal. Então a dica é: se você é desse tipo, nunca, em hipótese alguma vá sentado no último banco no carro. Lá é o lugar que mais sacode e o lugar mais difícil de sair em caso de “emergência”. Eu fui no banco de trás (mas que não é o último) e achei tranquilo. Não fiquei enjoada, mas minha labirintite fez questão de lembrar que ela existia. Fiquei um pouco tonta, mas depois passou.

Depois de muitas fotos, todos entram no carro novamente e continuamos a saculejar mais um pouco entre as dunas até chegarmos a um ponto que todos saem dos carros para fotografar o pôr do sol. Gente, isso é realmente lindo. Uma pena ser um calor infernal e você ficar com a cara de melequenta em todas as fotos. Mas mesmo assim vale a pena. Quando a sessão de fotos com o pôr do sol acaba, os carros vão se encaminhando para uma tenda enorme montada no meio do deserto. Uma wanna be tenda dos baduínos. É lá que vamos jantar, assistir a um show de dança do ventre e fazer várias outras atividades oferecidas por eles como: tatuagem de henna (sim, eu fiz!), sandboard (naquele calor seria transformação de pessoa em bife a milanesa instantaneamente, passei!), narguilê, passeio de camelo e quadriciclo.

Claro, que fui andar de camelo, e quase, muito quase, me estabaquei. Cuidado se vocês forem fazer isso, o camelo dá o maior tranco na subida e na descida. Mas é legal. Sabem aqueles passeios de cavalos que um cara puxa o cavalo por 5 minutos com você em cima e o passeio acaba. Então, exatamente igual. Já o passeio de quadriciclo é pago, como estava cansada e morrendo de calor, nem me interessei.

A comida estava bem gostosa (era um churrasco típico) e as bebidas estupidamente geladas. E tudo isso já fazia parte do preço que pagamos pelo passeio. Achei que no geral valeu muito a pena. E sim, apesar de ser mega turístico, é um passeio bacana pra quem quer sair do lugar comum (ou ficar nele, sei lá!?) em Dubai.

QUER SABER MAIS SOBRE DUBAI? CLIQUE AQUI E VEJA O POST COMPLETO!

comissão booking hotel minicomissão real seguro minicomissão rentcars carro mini