Destinos, Moscou, Rússia, São Petersburgo

Follow Brasil na Copa do Mundo Rússia 2018

11 dez 2017

Ano passado tive a incrível oportunidade de conhecer a Rússia. Visitei Moscou e São Petersburgo e fiquei maravilhada com o país e com tudo que vi. Ano que vem, a Copa do Mundo será realizada por lá e resolvi ajudar vocês a se organizarem para visitar o país e ainda curtir os jogos do Brasil na Copa do Mundo Russia 2018.

Como vocês sabem, agora que os sorteios foram feitos, os hotéis, passagens e trens vão esgotar super rápido e a cada dia que passa vão ficar mais caros. Por isso, recomendo que vocês façam as reservas o quanto antes para garantir um bom lugar por um preço justo.

Resultado de imagem para grupos copa do mundo 2018Foto: BBC

Mas vamos as dicas práticas. Já que você vai a Rússia, com certeza vai querer conhecer um pouquinho do que ela tem a oferecer né?! Pra nossa alegria, os três primeiros jogos do Brasil passam por cidades famosas e ótimas de se conhecer no país.

Sendo o cabeça de chave do grupo E, os jogos ficaram assim: ROSTOV (17 de junho – Brasil x Suíça), SÃO PETERSBURGO (22 de junho – Brasil x Costa Rica) e MOSCOU (27 de junho – Brasil x Sérvia).

Perfeito seria se Moscou fosse antes de São Petersburgo, mas como não podemos escolher essas coisas, o mapa fica mais ou menos como esse abaixo:

Brasil na Copa do Mundo Rússia 2018 hospedagem onde ficar hotéis dicas

Como se locomover

Como vocês podem perceber as distâncias são longas entre os lugares, principalmente dado que a Rússia é um país imenso, então, recomendo que vocês façam essa locomoção de avião (eu uso muito a Voopter para pesquisar preços e comprar passagens, principalmente na Europa, e recomendo) ou de trem, falei sobre o Sapsan (o trem de alta velocidade) nos meus posts sobre Moscou e São Petersburgo.

A Aeroloft e a S7 são companhias aéreas russas, super tradicionais, então, provavelmente, vocês vão achar vários vôos com preços bons nelas. Podem comprar tranquilamente e ficar tranquilo na hora de voar.

Alugar carro pode ser uma boa opção se você é mais aventureiro. No interior da Rússia pouca gente fala inglês e as pacas de sinalização são em cirílico. O que pode dificultar o seu translado. Outro ponto que vale ser pensado no caso do aluguel do carro, são os estacionamentos nas cidades que costumam ser bem caros.

Onde ficar

Se você já está decidido mesmo a ir, minha maior dica é: corra, corra e corra. Como já falei aqui em cima, quanto antes você reservar os hotéis mais fácil conseguir um bom quarto, bem localizado com um preço mais honesto. Por isso, não pense duas vezes e faça sua reserva correndo.

Brasil na Copa do Mundo Rússia 2018 hospedagem onde ficar hotéis dicas

  • ROSTOV (Rostov on Don): 17 de junho – Brasil x Suíça
    Situada no sul da Rússia, essa cidade foi fundada no ano de 1749 sendo a atual capital da província que tem o mesmo nome. Um dos mais relevantes centros industriais e comerciais do país, sendo ligada ao mar por um canal profundo. Possui ligação também com os mares Báltico, Branco e Cáspio. 

    >> Calcule uns 3 dias para a hospedagem já incluindo o dia do jogo.

Residentsiya (Izvolte) Hotel: Um dos melhores hotéis da cidade. É bem localizado, tem estacionamento gratuito, transfer para o aeroporto e quartos familiares.

Ramada Hotel e Suite: Hotel de rede para garantir que o inglês é falado e que você vai ser entendido. Apesar de não ser no centrinho, fica próximo a estação de trem, ao aeroporto e as principais estradas. Também tem estacionamento gratuito, transfer para o aeroporto e quartos familiares.

Don Plaza Congress: Hotel com mais jeitão de executivo, mas também super bem localizado. Também oferece estacionamento gratuito e transfer para o aeroporto.

Topos Congress: Um dos hotéis mais próximos do estádio. Fica a mais ou menso 2km do SKA, onde o Brasil vai jogar. Tem estacionamento, transfer e quartos familiares.

Aluguel de apartamento: Esse apartamento é bem localizado, próximo ao centro, em um prédio moderno com estrutura para atender a casais, família e amigos. Tem estacionamento, restaurante e free wifi.

> Veja mais hotéis em Rostov clicando aqui.

Brasil na Copa do Mundo Rússia 2018 hospedagem onde ficar hotéis dicas

  • SÃO PETERSBURGO: 22 de junho – Brasil x Costa Rica
    Chamada carinhosamente de Peter, a cidade de São Petersburgo é uma cidade federal, (o que significa que é uma cidade autônoma da Rússia) e já foi capital do país. No ano de 1914 seu nome passou a ser Petrogrado e em 1924 foi renomeada como Leningrado, nome que persistiu até 1991 quando ocorreu a queda da União Soviética e a cidade retomou seu nome original que faz referência ao czar Pedro, O Grande responsável por sua fundação no ano de 1503. Para saber mais sobre São Petesburgo, clique aqui.
    >> Recomendo que você fique 4 dias inteiros, já incluindo o do jogo.

Belmond Grand Europa (fiquei lá, recomendo muito!), W Hotel, Four Seasons Hotel Lion Palace e Kempisnki Hotel Moika 22: São todos hotéis de muito luxo. Conheci todos eles quando estive lá e posso indicar todos. São hiper bem localizados e sem dúvidas, excepcionalmente confortáveis.

Petr: Outra opção super bem localizada, mas bem mais acessível que os hotéis anteriores. Eles oferecem transfer para o aeroporto e quartos familiares.

Sonata: Também fica próximo de tudo e oferece transfer para o aeroporto. É uma opção mais simples e econômica.

Arena Hotel: O hotel mais perto da Arena Krestovsky. Uma opção simples mas bem localizada para quem quer apenas ver o jogo.

Aluguel de Apartamento: Em São Petersburgo as tarifas de hotéis podem ser mais altas, por isso, alugar um apartamento pode ser uma boa opção.

>> Veja mais hotéis em São Petersburgo clicando aqui.

Para ler todos os posts publicados no blog sobre São Petersburgo, clique aqui. Veja mais dicas de hospedagem, onde comer, pontos turísticos, segurança, o que fazer, como chegar e etc.

Brasil na Copa do Mundo Rússia 2018 hospedagem onde ficar hotéis dicas

  • MOSCOU: 27 de junho – Brasil x Sérvia
    Sendo uma das cidades sedes da Copa do Mundo de 2018, a capital russa tem uma história interessante, tendo sido fundada aproximadamente no ano de 1140 quando recebeu o status de capital do Grão-Ducado de Moscou em 1712 deixou de ser a capital para dar lugar a São Petersburgo que nessa época era uma cidade relativamente nova. Moscou só voltou a ser a capital do país após a Revolução Bolchevique no ano de 1918. Mesmo com a queda da União Soviética a cidade continuou como a capital russa. Uma das principais cidades turísticas da Rússia, está situada bem na divisa entre o continente europeu e asiático

Four Seasons, Ararat Park Hyatt, Ritz Carlton e Metropol são algumas das opções mais luxuosas da cidade. Todos super pertinho da Praça Vermelha, o que é uma ótima pedida para quem quer fazer turismo além de assistir aos jogos da seleção. Não espere gastar pouco dinheiro nesses hotéis, mas saiba que provavelmente eles vão valer cada centavo.

Peter 1: Foi o hotel que eu me hospedei. Ele é um 5 estrelas mais simples e que merecia 4 estrelas. Mas fica perto da Praça Vermelha e é bem confortável. Ele oferece transfer para o aeroporto e vale o custo x benefício.

Mercure Moscow  Baumanskaya: Um hotel de rede, que fica um pouco afastado do bafafá mas tem transfer para o aeroporo e fica na boca no metro. Sem falar que é uma opção mais acessível.

Double Tree e Hampton, são dois hotéis da Rede Hilton que ficam bem próximos ao estádio e são boas opções para se hospedar.

The Kubs Capsule Hotel: Quer só dormir e gastar o mínimo possível, essa é uma boa opção para você. O hotel-capsula oferece “quartos” (ou capsulas) a partir de R$66. O que é um achado para essa época do ano.

>> Veja mais hotéis em Moscou clicando aqui.

Para ler todos os posts publicados no blog sobre Moscou, clique aqui. Tem outras dicas de hospedagem, restaurantes imperdíveis, passeios, pontos turísticos, dicas, tour no metrô, lojas e muito mais.

Bom, como sou brasileira, não desisto nunca e tenho memória curta a ponto de não me lembrar do 7×1 (#odio!), acredito piamente que o Brasil passará adiante na copa. Se isso acontecer teremos dois possíveis cenários:

– Se terminar a primeira fase ganhando, como o cabeça de chave do grupo, os jogos seguintes acontecerão em Samara, Kazan, São Petersburgo e Moscou.

– Se ficar em segundo lugar no grupo, os jogos serão em São Petersburgo, Samara, Moscou e Moscou.

Ou seja, o primeiro cenário é melhor para o nosso futebol e para os turistas também. Por isso, apesar de não ter conhecido essas cidades, fiz uma pequena pesquisa sobre essas outras cidades e de alguns hotéis por lá para vocês se hospedarem.

Imagem relacionada

  • SAMARA: 2 de julho – Oitavas de final
    A cidade de Samara, é capital da província, possui o mesmo nome, e durante o período de 1935 a 1991 foi chamada de Kuybyshev. Sua fundação se deu no ano de 1586. O maior rio da Europa, o Rio Volga, corta a cidade. Ela fica a 17 horas de trem de Moscou.

Holiday Inn Samara: Rede americana de hoteis que é simples e acessível. Nada mal para a época da copa do mundo.

Moya Hotel: Hotel bacaninha que fica a 5km do Cosmos Arena. Oferece transfer para o aeroporto, estacionamento gratuito além de vários tipos de quarto para todos os gostos e bolsos. (Bônus: fica pertinho de uma IKEA! heheheh)

Hampton by Hilton: Hotel mais acessível da rede Hilton. Uma opção boa para quem gosta de hotéis de rede e quer ter certeza de conseguir falar em inglês no hotel.

Ibis Samara: Uma opção super mais em conta na cidade. A rede Ibis é conhecida por ter bom preço e qualidade. Além disso tem estacionamento e transfer para o aeroporto.

>> Veja mais hotéis em Samara clicando aqui.

Imagem relacionada

  • KAZAN: 6 de julho – Quartas de Final

    Capital do Tartaristão, região com maior concentração de muçulmanos na Rússia, Kazan tem em seu Kremlin a principal atração para turistas. O complexo, que data do reinado de Ivan, o Terrível, no século XVI, abriga prédios importantes para a cidade, como a Catedral da Anunciação e a Mesquita Kul Sharif, símbolo da convivência pacífica entre as duas religiões no local atualmente.

The Mirage: Um hotel luxuoso no centro da cidade de Kazan, bem próximo dos principais pontos turísticos. Tem estacionamento, transfer e quartos familiares.

Riviera Hotel: É a melhor opção pertinho da Arena Kazan, onde será realizado o jogo do Brasil. É possível ir a pé para o estádio. Oferece transfer para o aeroporto e estacionamento gratuito.

Ramada Kazan City Centre: Uma opção um pouco mais acessível no centro da cidade. Ele também oferece estacionamento, transfer para o aeroporto e quartos familiares.

Park Inn by Radisson: Outra opção boa com preço um pouco melhor. Ele fica muito próximo ao aeroporto e assim como os outros tem transfer, estacionamento e quartos familiares.

>> Veja mais hotéis em Kazan clicando aqui.

Agora que você já está minimamente orientado sobre os jogos e cidades que o Brasil vai jogar, não perca tempo e faça logo suas reservas tanto de hotel, quanto de passagens aéreas e de trem. São muitas pessoas, do mundo inteiro para assistir aos jogos.

Se você ainda não tem ingressos, recomendo muito o Follow Brasil. Que são todos os jogos do Brasil enquanto ele estiver disputando a copa. Vale muito a pena. Se você não conseguir pelo site da Fifa, procure em alguma agência especializada, elas costumam comprar em lotes e depois revender.

LEMBRETE IMPORTANTE: É necessário um seguro de saúde para viagens com cobertura mínima de 30 mil euros para entrar na Rússia e em todos os países da Europa. Eu costumo usar esse comparador de preços e coberturas da Real Seguros para fechar os meus seguros e recomendo.

Tudo pronto? Agora é só vestir a camisa, pintar o rosto e decorar as musiquinhas de estádio para torcer muito para a nossa seleção conseguir conquistar esse hexa!

VAMOS BRASIL! RUMO AO HEXA! =)

CqA TV, Destinos, Rússia, São Petersburgo

CqA TV: São Petersburgo

20 jul 2016

IMG_6328Eeeeeeee! Começaram os videos dessa minha última viagem. Rússia e Croácia. Vocês estão preparados? Eu tô muito animada para ver todos eles prontos. Assumo que as vezes me esquecia de filmar e por isso alguns videos vão ficar pequenos, mas ainda assim, acho melhor colocar os pequenos e mostrar para vocês esses lugares incríveis de um outro ponto do vista do que não colocar nada, não acham!?

Vou preparar os videos pela ordem que visitei as cidades, então, o primeiríssimo será São Petersburgo, na Rússia. Nesse vídeo vocês vão ver um pouquinho de cada um dos lugares que visitamos, os looks de viagem (coisa que muitas de vocês pedem para ver), as minhas impressões desses lugares…

Edição: Julia Zettel (juliamzettel@gmail.com)

E ai? Gostaram? Ficaram com vontade de conhecer São Petersburgo? Eu assumo que já vi e revi esse vídeo várias vezes. Adoro mesmo fazer isso e acho que é uma recordação incrível da viagem. Mas isso já foi assunto pra outro post, né!? Um detalhe… repararam que gravei um pouquinho do Lago dos Cisnes? Fiquei morrendo de medo de ser pega fazendo isso, mas agora, olhando no vídeo, acho que valeu o risco hein! hahahahah

Se vocês gostam desse tipo de vídeo e querem que eu continue fazendo não esqueçam de curtir clicando no joinha e claro, de se inscrever no canal. Assim, vocês tem acesso primeiro ao conteúdo publicado por lá e claro, fica por dentro de tudo que rola no CqA TV.

Destinos, Rússia, São Petersburgo

Belmond Grand Hotel Europe

27 jun 2016

são petersburgo belmond grand hotel europe onde ficar dica viagem coisas que amamos 1Há alguns anos venho reparando que a escolha dos hotéis tem interferido bastante nas minhas viagens. Certamente, quando me hospedo em um bom hotel a experiência como um todo acaba sendo ainda mais incrível, sabem?! Acho que voltar para um ambiente confortável e gostoso depois de um dia de turismo, meio que fecha aquele momento com chave de ouro. E foi exatamente assim que me senti em São Petersburgo.

Por lá, me hospedei no Belmond Grand Hotel Europe. Já conheci a rede e sabia que seria uma excelente escolha. Já fiquei no Belmond Hotel das Cataratas e conheço o Copacabana Palace, que também é da rede Belmond, então sabia que a minha escolha seria acertada, mas chegar lá e constatar tudo isso pessoalmente é ainda melhor.

são petersburgo russia dicas onde ficar o que fazer coisas que amamos belmond grand hotel europe 3são petersburgo belmond grand hotel europe onde ficar dica viagem coisas que amamos 6O meu quarto e banheiro… saudade desse chão quentinho! ?

Começando pelo quarto: super espaçoso daqueles que quase dá pra correr dentro dele, sabe?! Cama mega confortável, com aquele edredon que é tão fofo que você se perde no meio dele. E a televisão que aparece do móvel? Adorei a modernidade. Se você quiser ver TV aperta um botão e ela surge de dentro de um aparador. Se não quiser é só apertar novamente e ela fica lá escondidinha. O máximo! O banheiro também era ótimo: banheira e chuveiro separados, duas pias (ponto!!!) e muito espaço na bancada. Mas o que eu mais gostei no banheiro foi o piso aquecido. Me apaixonei e queria ficar andando descalça ali o tempo todo.

Uma curiosidade: o meu quarto era um do mais simples, mas tive a oportunidade de conhecer outros quartos e adorei que vários deles são dedicados a hospedes leais que frequentavam o hotel ou a história russa. No “Historic Floor” é possível encontrar quartos como Dostoevsky Suite, Romanov Suite, Faberge Suite… cada um desses homenageando uma parte importante da história ou um personagem de São Petersburgo. Todos eles tem decoração diferenciada que remete ao seu “tema” e hoje eles podem ser utilizado por qualquer hóspede que esteja interessado e se hospedar por lá. Muito legal!

são petersburgo belmond grand hotel europe onde ficar dica viagem coisas que amamos 7 são petersburgo belmond grand hotel europe onde ficar dica viagem coisas que amamos 8 são petersburgo belmond grand hotel europe onde ficar dica viagem coisas que amamos 9Outra coisa que achei super interessante foi a oferta de restaurantes do hotel. Eles oferecem 3 opções bem diferentes. Isso que acho legal. Como é um hotel super internacional, é importante ter essa diversidade para agradar os vários hóspedes, né? Experimentei o Azia, o novo restaurante asiático deles e amei. Contei aqui no post sobre São Petersburgo.

No mesmo dia em que estive no Azia tive a oportunidade de conhecer o Caviar Bar & Restaurant, que é um bar mais chiquezinho. Estava passando a final da Champions League e fomos lá para assistir. Ou seja, ótima opção para quem quer tomar um drink no fim do dia enquanto escuta um jazz e degusta um caviar ou ainda para quem quer assistir um jogo importante de futebol tomando uma cerveja e beliscando um queijinho.

são petersburgo belmond grand hotel europe onde ficar dica viagem coisas que amamos 5 são petersburgo belmond grand hotel europe onde ficar dica viagem coisas que amamos 2são petersburgo belmond grand hotel europe onde ficar dica viagem coisas que amamos 3azia belmond grand hotel europe são petersburgo russia coisas que amamos Por último tem o L´Europe, que é o local onde os hóspedes tomam café da manhã. O local parece que parou no tempo de tão lindo. É um salão grande, com pé direito alto e um vitral imenso que enfeita todo o ambiente. Durante a manhã o café é servido por lá, a noite, você pode jantar uma comida típica russa de forma a la carte. Esse restaurante é um dos mais antigos e históricos da Rússia. Muito legal né?

O hotel foi construído em 1824 e foi completamente reformado em 1991, ou seja, ainda está bem novinho. A localização é perfeita. Ele está quase na esquina da Nevsky Prospekt, a poucos passos da Igreja do Sangue Derramado, ao lado do Teatro Mikhailovsky, bem no coração da São Petersburgo. Sem dúvidas, a melhor localização possível.

são petersburgo belmond grand hotel europe onde ficar dica viagem coisas que amamos 4Eu ia terminar o post aqui, mas lembrei que não posso deixar de comentar sobre o atendimento do hotel. Todos são tão gentis que não posso deixar de falar por aqui. Ficamos muito satisfeitos com isso. Qualquer questão que tínhamos eles nos ajudavam a resolver, faziam e desfaziam reservas, indicavam as melhores opções, nos tiraram de restaurantes furadas, nos emprestavam guarda-chuva (fofos!) e até negociavam preço de táxi já que a gente não falava absolutamente nada em russo (hahahahah).

Enfim, acho que nessa viagem pude mais uma vez comprovar que um bom hotel faz sim toda diferença e que mesmo que você seja do tipo “hotel é só pra dormir”, que seja pra dormir numa cama maravilhosa, tomar banho num chuveiro incrível e quando sair ainda pisar no chão quentinho. Vai valer a pena. Reserve aqui!

Belmond Grand Hotel Europe
Mikhailovskaya Ulitsa 1/7
191186 St. Petersburg, Russia
Tel: +7 812 329 6000
Fax: +7 812 329 6001
hotel.ghe@belmond.com
belmond.com/grandhoteleurope

comissão booking hotel grande

Fotos: Minhas e do Booking.com

Destinos, Rússia, São Petersburgo

São Petersburgo | Rússia

20 jun 2016

são petersburgo russia dicas onde ficar o que fazer coisas que amamos 039Mal acredito que estou escrevendo esse post. Foram muuuuitos anos sonhando com essa viagem mas sempre adiando por um motivo ou outro qualquer. Mas, finalmente, agora no final de maio ela saiu e eu estou aqui pra contar todos os detalhes pra vocês.

Sejam os que estão por aqui apenas por curiosidade para saber mais sobre o destino ou aqueles que vão pegar todas as dicas para organizar sua passagem por Peters (como é chamada pelos russos), preparem-se para se apaixonar.

são petersburgo russia dicas onde ficar o que fazer coisas que amamos 1A cidade

São Petersburgo é a segunda maior cidade da Rússia, politicamente incorporada como uma cidade autônoma (ou cidade federal). Ela está localizada ao longo do rio Neva, na entrada do Golfo da Finlândia, no Mar Báltico. Em 1914, o nome da cidade foi mudado para Petrogrado e, em 1924, para Leningrado. Em 1991, após o colapso da União Soviética, a cidade volta ter seu nome original. É frequentemente chamada apenas de Petersburgo e informalmente conhecida como Peter.

Foi fundada pelo czar Pedro, o Grande, em 27 de maio de 1703. Entre 1713-1728 e 1732-1918, São Petersburgo foi a capital do Império Russo. Em 1918, as instituições da administração central mudaram-se de São Petersburgo (então denominada Petrogrado) para Moscou. Com 5 milhões de habitantes (2012) é a quarta subdivisão federal mais populosa do país. A cidade é um grande centro cultural europeu e também um importante porto russo no Báltico.são petersburgo russia dicas onde ficar o que fazer coisas que amamos 024são petersburgo russia dicas onde ficar o que fazer coisas que amamos 040são petersburgo russia dicas onde ficar o que fazer coisas que amamos 2É frequentemente descrita como a metrópole mais ocidentalizada da Rússia, bem como a capital cultural do país. É a cidade mais setentrional do mundo com população acima de 1 milhão de habitantes. Seu centro histórico e monumentos constituem um Patrimônio Mundial pela UNESCO. São Petersburgo também é o lar do Hermitage, um dos maiores museus de arte do mundo. Um grande número de consulados estrangeiros, corporações internacionais, bancos e outras empresas estão sediados na cidade. (Fonte: Wikipedia)

Sem Título-1

Vistos

Quer uma boa notícia? Brasileiros não precisam de visto para visitar a Rússia. A única exigência é que o passaporte esteja com no mínimo 6 meses de validade (a partir da data que você deixar o país!).

Se você tem dupla cidadania, vale verificar se seu outro país precisa ou não de visto. Eu tenho cidadania italiana, por exemplo, e 100% das vezes que vou pra Europa uso meu passaporte italiano pra entrar. Dessa vez não. Italianos precisam de visto para entrar na Rússia. Então fui com o brasileiro mesmo e deu tudo certo.são petersburgo russia dicas onde ficar o que fazer coisas que amamos 025Clima

Como vocês sabem a Rússia é naturalmente um país frio. Eles mesmos dizem que tem 6 meses de inverno no ano, 1 de verão e o resto de temperatura mais amenas. Escolhi conhecer no final de maio exatamente pra tentar aproveitar essas temperaturas não tão baixas.

São Petersburgo fica no norte do país, o que significa que pode ser mais frio que outros locais, porém, não se engane, no auge das temperaturas amenas, elas ficam amenas mesmo e podem chegar até a 30º graus.

Pegamos em média 20º agora em maio, que foi super tranquilo. De manhã cedinho e a noite a temperatura podia chegar a 13º, mas durante o dia ficava entre 18º e 22º. Uma delicia. Ou seja, melhor opção para quem vai passar o dia turistando: vista-se em camadas e vá tirando as peças conforme a temperatura for aumentando.

Quando ir

Acho que durante esses meses mais amenos como: maio, junho, setembro e outubro, o clima fica especialmente gostoso (e a cidade um pouco mais vazia pois não está na alta temporada ainda). Logo, acho que são bons meses para se visitar o país.

Minha única sugestão é: evitem os feriados locais. A cidade fica mais cheia, alguns monumentos fecham, a prefeitura organiza eventos na cidade e lota praças e avenidas e etc.

Peguei o dia do aniversário da cidade (27 de maio) quando eu estava por lá e por sorte não afetou muito a viagem. Mas a prefeitura organizou um festão em frente ao Palácio de Inverno e as tendas “enfeiaram” um pouco as fotos e o visual do local.

Uma época legal de ir é durante o período das noites brancas, onde o sol não se põe por completo e a cidade não fica escura. Junho é o mês em que as noites ficam assim, por um lado é bacana pois o dia parece não ter fim, por outro, a cidade fica um pouco mais cheia e você perde um pouquinho do charme de ver a cidade toda iluminada.são petersburgo russia dicas onde ficar o que fazer coisas que amamos 027

Como chegar

Peters foi minha primeira parada nessa viagem pela Europa, por isso, acabei chegando de avião mesmo. Fui de Lufthansa fazendo escala em Frankfurt, totalizando 16h de viagem entre vôos e conexões.

Diversas companhias aéreas pousam no aeroporto de Pulkovo (LED), portanto opções não faltam. As principais são: TAP (com escala em Lisboa),  Alitália (com escala em Roma), Air France (com escala em Paris), KLM (com escala em Amsterdam), British (com escala em Londres), S7 Airlines e Aeroloft, que são russas.

Se você já estiver na Rússia, em Moscou, por exemplo, pode pegar um trem para ir de um ponto ao outro. Foi exatamente o que eu fiz. Usei o SAPSAN (que é o trem-bala) da Russian Trains e fui de São Petersburgo para Moscou. Foi uma excelente experiência. Comprei a passagem pelo site mesmo e foi super tranquilo.

Seguro viagem

Diferente da maioria dos países da Europa, a Rússia não exige que o turista tenha um seguro saúde na hora de ingressar no país. Porém, como já falamos diversas vezes por aqui acho extremamente importante estar assegurado quando viajamos. Na Rússia acho ainda mais importante pois fora do locais mais turísticos a grande maioria das pessoas não fala inglês e não consegue se comunicar com a gente. Imagina precisar lidar com isso num hospital ou clínica médica. Seria bem ruim.

Eu sempre recomendo que vocês façam um orçamento com o comparador de preços e coberturas da Real. Eles são parceiros do blog e eu sempre utilizei os serviços e nunca tive problemas.

são petersburgo russia dicas onde ficar o que fazer coisas que amamos 066Alfabeto/Língua

Comunicar-se na Rússia pode ser uma tarefa difícil. Por lá, eles não utilizam o mesmo alfabeto que a gente. O alfabeto deles é o alfabeto cirílico, que foi inspirado no grego e no hebraico. Ele parece ser uma mistura do nosso alfabeto com alguns símbolos com o Pi e o asterisco.

Em São Petersburgo até que o inglês é bastante aceito e falado, em especial nos pontos turísticos, hotéis e locais onde há uma maior concentração de estrangeiros. Fora desses ambientes tivemos um pouco de dificuldade, mas ainda assim foi bem mais tranquilo do que imaginávamos.

Alfabeto cirílico ou russo como também é conhecido. | Fonte: Vontade de Viajar

Moeda

A Rússia não faz parte da zona do euro e sua moeda corrente é o Rublo (RUB). Pra vocês entenderem mais ou menos como funciona, atualmente a conversão é assim: 1 rublo = R$ 0,05. ou 1 euro = 73 rublos.

Isso significa que a Rússia é cara? Não necessariamente. Pessoalmente não achei um país baratinho, mas não chega nem de perto um país super caro. Claro que depende da sua programação, mas em geral, as atrações turísticas são super compatíveis com os outros países da Europa e as diárias de hotel também.

Quanto tempo ficar

Como sempre digo, acho que isso pode variar muito de viajante para viajante. Depende do seu ritmo de viagem. Mas no geral acho que 3 dias completos são suficientes pra você ver bastante coisa sem precisar ficar na maior correria.

Calcule quanto tempo você gastaria nas principais atrações, quanto tempo você precisa para descansar, quantos lugares você faz questão absoluta de ir e conhecer… Isso tudo vai interferir diretamente no tempo que você precisa para ficar na cidade.

Segurança

Apesar de ter lido algumas coisas sobre a segurança em São Petersburgo e na Rússia como um todo, assumo que achei um tanto quanto exagerado os relatos que vi. Achei a cidade super segura pra qualquer pessoa, homens, mulheres, crianças… sem discriminação. Saía a noite com a máquina pendurada no pescoço e não percebia nenhum olhar diferente, não reparei em nada suspeito e não vi nada que me remetesse a qualquer risco ou insegurança por lá.

Claro que como em qualquer cidade grande é necessário tomar cuidado com a bolsa, manter sempre fechada, ficar atenta em locais com grande concentração de pessoas… pick pockets existem, claro, e com eles devemos tomar cuidado. Mas nada diferente do que costumamos fazer em qualquer cidade grande.

Uma atenção especial aos policiais. Li muito que deveria evitar ao máximo ter qualquer contato com eles pois eles usavam o nosso desconhecimento com a língua para tirar vantagem, exigir propina e coisas desse tipo. Acabei não tendo mesmo contato com eles, portanto, não sei se foi uma recomendação exagerada ou não, mas na dúvida achei melhor avisar por aqui.

são petersburgo russia dicas onde ficar o que fazer coisas que amamos 065Como se locomover pela cidade

Minha maior recomendação é: ande, ande muito. A cidade é linda e você vai conhece-la muito melhor se estiver a pé. Fora isso, usei bastante o Uber. Dessa forma você evita qualquer problema de comunicação e língua com o motorista (que 100% das vezes não falava inglês). Além disso, o preço é no esquema “taxímetro” e por isso não precisa ficar negociando a corrida.

Uma outra opção que eu usei lá foi o Lingo Taxi. Uma espécie de taxi particular. Usei para me pegar no aeroporto e levar para o hotel. O esquema é super profissional. Eles acompanham seu vôo, te pegam no desembarque com uma plaquinha com seu nome e te levam para o seu hotel ou destino escolhido. Pra facilitar, o motorista ainda fala inglês. Super prático, eficiente e achei o preço bem razoável.

Se você precisar usar um taxi peça no hotel ou no restaurante para que alguém chame para você e peça para que a pessoa já negocie o preço e informe seu endereço de destino. Só assim você não terá problemas.

separadores viagemOnde ficar

A principal parte turística de São Petersburgo é relativamente pequena. Então eu diria pra você tentar fica próximo das principais atrações como o Palácio de Inverno ou a Igreja do Sangue Derramado. Estando nessa região você vai estar super bem localizado.

Fachada e restaurante do café da manhã | Fotos: Booking.com

são petersburgo russia dicas onde ficar o que fazer coisas que amamos belmond grand hotel europe 3Eu me hospedei no Belmond Grand Hotel Europe que fica no coração da parte turística e amei. Além de ser excelente estava hiper bem localizado, a poucos passos da Igreja, na esquina da Nevsky Prospekt (a principal rua dessa região) e a algumas quadras do Palácio de Inverno. Melhor impossível. Recomendo muito.

Outros hotéis que vi por lá que achei ótimos foram: Four Seasons, W Hotel, Kempisnki e Astoria. Todos esses seguem uma linha de hospedagem mais cara e luxuosa, porém, de qualidade excepcional.

Hotel W, coladinho na Catedral de São Isaac | Fotos: Booking.com

Pra quem procura um hotel um pouco mais acessível e também bem localizado vale dar uma olhada no The Bridge, ArkadiaPetr, Petro, Sonata e Belvedere.

comissão booking hotel grande

O que fazer

Peters é uma cidade muito rica em história o que faz com que você tenha muita coisa bacana pra ver e lugares para conhecer. Fiquei 3 dias por lá e dividi da seguinte forma:

Dia 1: Tour panorâmico (com guia) + Nevsky Prospekt + Balé no Hermitage
Dia 2: Peterhof + Palácio de Catarina +  Peters at night
Dia 3: Museu Hermitage + Passeio de barco + Balé no Mariinsky

Não foi uma programação super intensa não, mas deu pra cansar. Se você segue a linha mais slow traveler ou ama loucamente um museu acrescente pelo menos mais um dia na sua programação.


Guia

Taí uma coisa que tem que ter nessa viagem: uma pessoa pra te acompanhar e te contar um pouco mais da história dos muitos lugares que você vai visitar. Sem dúvidas ter uma guia com a gente agregou muito na nossa viagem. Fizemos com a Nadia e adoramos. Ela é um amorzinho, fala português super bem e manja muito de história. Recomendadíssima.

Nadia Khristova
passeio.petersburgo@gmail.com
Whatsapp: +7 9213370445

são petersburgo russia dicas onde ficar o que fazer coisas que amamos guia português Nadia Khristova 4Fiz o tour guiado com ela. Passamos por diversos locais importantes, entramos, ela foi explicando cada coisa, paradas, passagens, prédios… fomos de carro pois alguns desses pontos são mais distantes. Bem bacana. Uma coisa que eu me arrependo um pouco foi de ter feito apenas o tour guiado. Teria sido bom fazer Peterhof e Catarina’s Palace com ela também.

Ah! Leitores do CqA ganham um presentinho surpresa. É só falar com ela que viu a indicação aqui quando reservarem a data do tour de vocês, e quem pagar antecipado (via Paypal) ganha um desconto de 10% no valor total do tour.


Mas voltando às atividades da cidade, no tour panorâmico você passa não só pelos principais pontos (aqueles que você provavelmente vai voltar outras vezes ao longo dos seus dias por Peters), mas também por pontos um pouco mais afastados, porém não menos importantes. No tour fizemos esse trecho mais distante com o motorista. Nosso dia 1 foi assim:

  • Catedral de São Isaac

É a Catedral que Pedro, o Grande mandou construir para seu padroeiro. Ela é a maior catedral de uma cúpula da Rússia e uma das maiores do mundo. Levou 40 anos para ser construída e pode abrigar até 14 mil pessoas.

Na decoração foram usados 43 tipos de minerais. O interior, paredes e chão, são de mármores russos, italianos e franceses, as colunas foram revestidas de malaquita e lápis-lazúli. Para dourar a cúpula de 21m de diâmetro foi necessário cerca de 100kg de ouro. Além disso, é possível encontrar mais de 400 obras lá dentro, entre quadros, esculturas, pinturas e mosaicos.

Além de ser linda por fora, é lindíssima por dentro e quem quiser pode subir até a sua cúpula e ter uma vista estonteante da cidade toda.

são petersburgo russia dicas onde ficar o que fazer coisas que amamos 7são petersburgo russia dicas onde ficar o que fazer coisas que amamos 5 são petersburgo russia dicas onde ficar o que fazer coisas que amamos 6

  • Igreja de São Nicolau dos Marinheiros

A igreja azul foi a nossa segunda parada. Hoje, ela é uma das poucas igrejas ortodoxas russas que ainda estão em funcionamento. A parada por lá é bastante interessante pois como ela ainda funciona como igreja é possível ver cultos e também pessoas religiosas que vão apenas para fazer suas orações.

Quando estiverem por lá reparem que a forma como os ortodoxos fazem o sinal da cruz é diferente da religião católica, assim como as vestes do padre.

são petersburgo russia dicas onde ficar o que fazer coisas que amamos 8 são petersburgo russia dicas onde ficar o que fazer coisas que amamos 9A Igreja de São Nicolau vista por outro ângulo…

  • Rio Neva

O Rio que corta a cidade e deságua no Golfo da Finlândia é lindíssimo e merece ser admirado. Dos seus 74km de extensão, 28km estão dentro de São Petersburgo. Toda hora passamos por ele e por seus canais, mas paramos para admirar bem no ponto em que estão as esfinges egípcias, na Ilha Vasilyevsky. Para chegar até lá cruzamos a Palace Bridge, uma das principais pontes da cidade.

Durante a madrugada várias dessas pontes se abrem para que as embarcações passem. Se eu não me engano começam a fazer esse movimento por volta de 1h30 da madrugada. Mas cada uma tem um horário. Não aguentei ficar acordada para ver, mas deve ser lindo, especialmente nas noites brancas.

são petersburgo russia dicas onde ficar o que fazer coisas que amamos 011são petersburgo russia dicas onde ficar o que fazer coisas que amamos 010Esse faróis só são acesos um dia por ano, no dia 27 de maio, dia do aniversário da cidade.

Uma das esfinges que fica nesse ponto da foto, na beira do Rio. | Foto: Ftofani

  • Forte e Igreja de São Pedro e São Paulo

Foi essa fortaleza que deu origem a cidade de São Petersburgo. Pedro, o Grande mandou construir o forte com a intenção de proteger a região. No centro dela fica a Catedral de São Pedro e São Paulo. Por lá é possível encontrar as sepulturas de quase todos os imperadores russos e seus familiares desde o tempo do czar.

Em 1998 os restos do último imperador russo Nicolau II (da dinastia Romanov) e sua família foram enterrados na catedral. Isso só exclui sua filha Maria e seu filho Alexei que não tiveram os restos mortais encontrados e por isso não estão sepultados com a família.

A construção do forte foi finalizada em 27 de maio de 1703, e por isso, consideram esta data o aniversário da cidade e dia de sua fundação.  Uma curiosidade: todos os dias ao meio dia, uma salva (um tiro falso) de canhão é disparado. É possível ouvir de diversos lugares da cidade e é super bacana ver de lá. Mas prepare-se para o barulho que é quase ensurdecedor.

A Catedral que fica no centro da fortaleza | Foto: Viajeaquisão petersburgo russia dicas onde ficar o que fazer coisas que amamos 013 são petersburgo russia dicas onde ficar o que fazer coisas que amamos 014Todo o ouro e luxo dentro da Catedral e os túmulos dos czares e seus familiares

  • Praça do Palácio

Esse local foi palco para grandes eventos históricos como o famoso Domingo Sangrento e a Revolução de 1917. É ali que fica o Museu Hermitage/Palácio de Inverno, o edificio do Estado Maior e o monumento da vitória dos russos contra Napoleão.

No meio da praça está a coluna (monolítica!!!) em homenagem a Alexandre, o Grande. Ela é a mais alto do mundo, tendo 47,5m e pesando 600 toneladas.

são petersburgo russia dicas onde ficar o que fazer coisas que amamos 016 são petersburgo russia dicas onde ficar o que fazer coisas que amamos 017

  • Igreja do Sangue Derramado

Um dos pontos turísticos mais famosos da cidade. Estávamos animados para conhecer a igreja de nome tão dramático. Me surpreendeu. Muito positivamente. Podem elevar as expectativas pois ela é linda mesmo e vocês não vão cansar de fotografá-la todo o tempo.

Ela também é conhecida como Igreja da Ressurreição do Cristo Salvado, mas ganhou o nome de Igreja do Sangue Derramado pois foi erguida no local onde o czar Alexandre II foi assassinado em um atentado. Hoje é possível ver o exato local em que ele morreu lá dentro.

são petersburgo russia dicas onde ficar o que fazer coisas que amamos 023 são petersburgo russia dicas onde ficar o que fazer coisas que amamos 019Ela é uma das poucas igrejas da cidade que têm o estilo de decoração russa. A outras, em sua maioria, seguem o estilo barroco ou neo-clássico. A ideia do arquiteto Alfred Parland era se inspirar na Catedral de São Basílio em Moscou. E olha, posso ser ousada em dizer que acho a “cópia” até mais bonita do que a original, viu!? Por dentro ela é toda decorada com milhares de mosaicos. Um mais lindo que o outro. A grande maioria contando sobre a vida e morte de Alexandre II.

Durante a Segunda Guerra Mundial uma bomba atingiu a cúpula mais alta da igreja. Por sorte, ela não explodiu e permaneceu “escondida” por lá durante 19 anos. Somente quando os trabalhadores subiram à cúpula para reparar as goteiras, a bomba foi encontrada e retirada. Incrível né?

são petersburgo russia dicas onde ficar o que fazer coisas que amamos 021 são petersburgo russia dicas onde ficar o que fazer coisas que amamos 018Nessa área está o pedação do chão onde de fato o sangue foi derramado

são petersburgo russia dicas onde ficar o que fazer coisas que amamos 022

  • Nevsky Prospekt

Uma das principais ruas da cidade. Próximo a ela você encontra os pontos turísticos mais famosos, melhores restaurantes, igrejas, lojas… Meu hotel ficava quase na esquina e isso era ótimo! Pertinho de tudo.

Dia 2

Resolvemos conhecer os palácios que ficam fora da cidade no nosso segundo dia por lá. Fomos a Peterhof e o Palácio de Catarina. Achei tranquilo fazer os dois no mesmo dia, apesar de ser um dia mais intenso na programação.

  • Peterhof

Peterhof significa o jardim de Pedro. O czar russo era completamente apaixonado por água e por isso mandou construir o palácio na beira do Golfo da Finlândia e recheá-lo com uma centena (isso mesmo, mais de 100) de cascatas e fontes. Um curiosidade é que todas as fontes, inclusive a principal que fica bem na frente do palácio, funcionam apenas com gravidade ou seja, nenhuma bomba impulsiona a água. Interessante terem projetado isso de forma tão inteligente em 1714 e funcionar até hoje assim.

Pedro inspirou-se no Palácio de Versalhes e por isso, seu Palácio também é repleto de jardins imponentes. A construção de Peterhof levou 11 anos para ser concluída e é muito mais do que apenas um palácio. Na verdade, o conjunto é formado por mais dezenove outros palacetes, vilas e pavilhões, espalhados pelos parques e jardins de mais de 1000 hectares.

Para chegar a Peterhof, pegamos um ferry (hydrofoil) atrás do Museu Hermitage. O passeio é bem confortável e rapidinho. Em apenas 30 minutos você chega ao Palácio e tem barcos saindo de meia em meia hora. O ticket do barco custou 750 rublos, somente a ida. Nesse site você consegue ver os preços e horários. Importante: veja se o ferry vai estar funcionando na época em que você vai. Como o rio congela no inverno, nem sempre o barco sai. É possível chegar através de transporte público também, mas você vai ter que mesclar metrô e ônibus para isso. Ou se preferir, vá de uber.

são petersburgo russia dicas onde ficar o que fazer coisas que amamos 026 são petersburgo russia dicas onde ficar o que fazer coisas que amamos 029são petersburgo russia dicas onde ficar o que fazer coisas que amamos 028 são petersburgo russia dicas onde ficar o que fazer coisas que amamos 031 são petersburgo russia dicas onde ficar o que fazer coisas que amamos 030são petersburgo russia dicas onde ficar o que fazer coisas que amamos 032

  • Palácio de Catarina

Foi o Palácio de Verão aos Czares. Ele Fica localizado na cidade de Tsarskoye Selo (Pushkin durante o período soviético), a 25km de São Petersburgo. Ele foi construído para a esposa de Pedro, Catarina, a Grande.

Seu destaque são os grandes salões do interior e a tão famosa sala de âmbar (amber room). Realmente os cômodos são lindíssimos. Salas e mais salas imensas, repletas de ouro… Catarina em si não gostava de “esbanjar” dessa forma, por isso, na construção original do palácio ele era bem mais simples, mas quando Elisabeth (sua filha) assumiu o trono, mandou reformar o palácio inteiro, ampliar e colocar muito ouro por lá.

Eu fiquei embasbacada com o salão de festas e a sala de jantar. Sem falar na louçaria. Uma coisa mais linda que a outra. Por dentro, sem dúvidas, esse é mais bonito. Já os jardins… essa é uma discussão difícil. Cada um tem a sua beleza. Peterhof e suas fontes, Catarina e suas flores…

Comprei os nossos tickets pela internet (ainda aqui no Brasil) para garantir que conseguiria entrar. Foi bem tranquilo e a retirada do ingresso é feita numa bilheteria separada da bilheteria normal, pertinho do portão de entrada no Palácio. Ah! Fique atento se o nome do cartão é igual ao nome da reserva, eles não falam inglês na bilheteria e se for diferente pode enrolar a comunicação por lá.

Chegamos e saímos do Palácio de Catarina de Uber e foi ótimo. Não tivemos nenhum problema com isso. O valor da corrida foi beeeem barato, alguma coisa perto de 10 euros para cada corrida (de 30 minutos/cada).

são petersburgo russia dicas onde ficar o que fazer coisas que amamos 033 são petersburgo russia dicas onde ficar o que fazer coisas que amamos 034 são petersburgo russia dicas onde ficar o que fazer coisas que amamos 035 são petersburgo russia dicas onde ficar o que fazer coisas que amamos 036Amber Room, o quarto mais famoso do Palácio de Catarina (que não pode ser fotografado)
Foto: Scandi.Travel

  • São Petersburgo à noite

Na realidade esse passeio não foi exatamente uma coisa super programada. Tínhamos a noite livre e aproveitamos para passear depois do jantar. Como os principais pontos turísticos ficam super pertinho um do outro é bem fácil fazer esse passeio caminhando.

Começamos pela Praça do Palácio para fotografar o Museu Hermitage e o Edifício do Estado Maior. Nesse momento você já vai ter certeza absoluta que valeu a pena fazer essa caminhadinha noturna. De lá seguimos para a igreja do Sangue Derramado, que também fica lindíssima iluminada. Passamos pela Nevsky Prospekt e chegamos no hotel. Passeio curtinho que valeu cada minuto. A cidade fica ainda mais linda a noite. Não deixem de fazer isso.

são petersburgo russia dicas onde ficar o que fazer coisas que amamos 068são petersburgo russia dicas onde ficar o que fazer coisas que amamos 037 são petersburgo russia dicas onde ficar o que fazer coisas que amamos 038 são petersburgo russia dicas onde ficar o que fazer coisas que amamos 041

Dia 3

  • Museu Hermitage

Finalmente chegou o dia de conhecer o tão falado museu e o Palácio de Inverno. O Hermitage é um dos maiores museus do mundo e sua coleção possui itens de praticamente todas as épocas, estilos e culturas da história russa, européia, oriental. Lá você vai encontrar obras de diversos artistas super conhecidos como Picasso, Leonardo da Vince e Rembrant.

O Museu é formado por dez prédios, dos quais sete constituem por si mesmos monumentos artísticos e históricos de grande importância. Neste conjunto o papel principal cabe ao Palácio de Inverno, que foi a residência oficial dos Czares quase ininterruptamente desde sua construção até a queda da monarquia russa. Uma curiosidade: só o Palácio de Inverno tem 1.786 portas e 1.945 janelas.

Hoje, o museu tem um acervo de mais de 3 milhões de peças, além de um teatro, uma academia musical e outros projetos. Dizem que se você passar 1 minuto olhando pra cada obra, ficará 11 anos lá dentro.

Catarina II, foi quem começou a formar o acervo do museu. Ela era uma compradora compulsiva e vivia comprando roupas, sapatos e objetos de arte. As compras eram tantas que ela teve que construir mais um prédio para guardar suas aquisições no Palácio de Inverno. Dessa forma o Palácio foi crescendo e hoje é o 3º maior museu do mundo.

O ponto alto pra mim foi conhecer o Palácio de Inverno mesmo, ver a sala do trono (com o trono lá! Já imaginei Nicolau II sentado ali e visualizei várias cenas do livro hahahaha), a escadaria principal, os salões de baile…

Uma recomendação que eu dou é: vá pela manhã e chegue cedo. Se possível compre o ticket pela internet para facilitar sua vida e para não perder tempo na fila (que fica imensa depois de um certo horário). O museu abre as 10h30. Se possível, chegue às 10h e já entre na fila.

são petersburgo russia dicas onde ficar o que fazer coisas que amamos 042 são petersburgo russia dicas onde ficar o que fazer coisas que amamos 043 são petersburgo russia dicas onde ficar o que fazer coisas que amamos 044O trono dos czares. O último a ocupá-lo foi Nicolau II.

são petersburgo russia dicas onde ficar o que fazer coisas que amamos 046são petersburgo russia dicas onde ficar o que fazer coisas que amamos 045

  • Passeio de Barco pelo Neva e pequenos canais

Esse passeio eu recomendo que você faça apenas se tiver tempo sobrando. Não achei imperdível, mas foi bacana passear de barco e ver a cidade por outro ângulo. Os canais são bonitos, o passeio é tranquilo e com áudio guide você vai aprendendo um pouco mais sobre a cidade e os monumentos.

Recomendo que vocês peguem na empresa Neptun que fica no canal em frente ao hotel Kempinski. O preço é compatível com as outras empresas que oferecem esse passeio e eles oferecem áudio guide em inglês e espanhol (além de outras línguas), que ajuda muito a entender vários dos locais que o barco passa.

são petersburgo russia dicas onde ficar o que fazer coisas que amamos 047

  • Ballet

Assistimos a duas peças de balé por lá. Não foi muito pensado e, inicialmente, não era nossa ideia, na verdade foi uma sorte/azar isso. Queria muito ir ao Mariinksy, mas quando comecei a pesquisar não tinha nenhum balé disponível lá. Então consegui com a ajuda da Nadia (a guia) comprar ingressos para ver o Lago dos Cisnes no Teatro do Hermitage, que é um dos prédios que compõe o Palácio de Inverno.

Achei incrível ter ido nesse teatro. Ele é super pequeno e que foi construído exclusivamente para os czares. Só os familiares e convidados podiam assistir as peças ali na época da monarquia russa. Então foi super interessante ter essa experiência. Nesse teatro não tem lugar marcado, portanto, chegue cedo para garantir um bom assento. Acho que chegar com uns 40 minutos de antecedência é o mínimo para você garantir um bom lugar e ainda aproveitar para fazer umas fotos lá dentro.

são petersburgo russia dicas onde ficar o que fazer coisas que amamos lago dos cisnes 1são petersburgo russia dicas onde ficar o que fazer coisas que amamos lago dos cisnes 2Quando já tinha desistido do Mariinsky entrei no site sem querer para comparar o preço dos ingressos e acabei descobrindo que naquele dia tinha aberto a venda de ingressos para o balé “Sonho de uma Noite de Verão”. Fiquei em êxtase e comprei também. Comprei sozinha pelo site mesmo e foi super tranquilo. Já sai do Brasil com os ingressos em mãos.

O Historic Stage do Mariinsky é um senhor teatro. Aliás, a companhia como um todo é super renomada na Russia. É a segunda mais famosa, perdendo apenas para o Bolshoi. Esse teatro é enorme, luxuoso e claro, como não poderia deixar de ser, também tinha um espaço separado para os czares. Quando eles queriam ver alguma peça com o “povo”, assistiam no teatro Mariinksy.

Hoje, o Mariinsky tem um novo teatro, não sei como é, não sei se é tão bonito como o histórico, mas se pudesse recomendar a vocês diria: optem pelo historic stage. Por toda sua história e pra você se sentir realmente num ballet russo tradicional. Esse site me ajudou a escolher os melhores lugares na hora de comprar os ingressos.

são petersburgo russia dicas onde ficar o que fazer coisas que amamos 051 são petersburgo russia dicas onde ficar o que fazer coisas que amamos 049 são petersburgo russia dicas onde ficar o que fazer coisas que amamos 050

Onde comer

Nossa, como eu comi bem na Rússia. Aliás, preparem-se pois a comida por lá é deliciosa. Não só o tão famoso estrogonofe, mas tudo que comi lá estava muito gostoso.

  • Tzar (12 Sadovaya st. | Rua que corta a Nevsky Prospekt. Pertinho do Belmond)

Adorei esse restaurante. 10 entre 10 blogs que eu li me recomendaram ele e foi a primeira sugestão do concierge do hotel. Ou seja, estou aqui apenas aumentando o coro. Vá, você não vai se arrepender.

Era nossa primeira noite na cidade, então, me joguei no estrogonofe e o Alexandre comeu fígado (o prato recomendado pelo garçom). Os dois amaram a pedida. Estava tudo muito gostoso mesmo. De sobremesa, a tradicional honey cake (uma tortinha de biscoito, creme e mel, de-li-ci-o-sa!). É um restaurante carinho, mas vale a pena ir. Terminamos o jantar com o tradicional shot de vodka russa temperada com cranberry. Uepa!

Não deixe de ir ao banheiro e ver o verdadeiro trono russo. hahahahaha Como é um restaurante muito procurado é importante fazer reserva. Faça pelo site.

são petersburgo russia dicas onde ficar o que fazer coisas que amamos 052são petersburgo russia dicas onde ficar o que fazer coisas que amamos 053 são petersburgo russia dicas onde ficar o que fazer coisas que amamos 054 são petersburgo russia dicas onde ficar o que fazer coisas que amamos 055

  • Azia (Belmond Grand Hotel Europe)

Apenas incrível. O restaurante asiático mais gostoso que eu já fui na vida. Sabe quando tudo é bom? Desde o pão com azeite até a sobremesa? Então, no Azia foi assim. Ele fica dentro do hotel Belmond, mas qualquer pessoa pode ir.

O clima é ótimo. Um ambiente calmo e tranquilo com atendimento fora de série. Comemos super bem e tudo estava ótimo. Recomendo muito. Veja o site aqui.

Foto linda do ambiente do Azia | Foto de divulgação

são petersburgo russia dicas onde ficar o que fazer coisas que amamos 056 são petersburgo russia dicas onde ficar o que fazer coisas que amamos 057

  • Terrasa (Kazanskaya St., 3. Atrás da Catedral de Kazan)

Outra opção bacana para quem gosta de comer com uma boa vista. Fomos almoçar ali e adoramos o local. Além da comida gostosa e do clima constante de happy hour a vista para a Catedral de Kazan é linda. Dependendo de onde você sentar, dá até para ver a Igreja do Sangue Derramado. Vale a pena dar um pulo seja para almoçar ou para tomar uns drinks no fim do dia admirando a vista.

Vista linda para a Catedral de Kazan da varanda do Terrasa | Foto: Afar.com

  • Goose Goose (Bolshaya Konyushennaya ul., 27. Rua que corta a Nevsky Prospekt)

Esse restaurante foi uma recomendação do concierge do W e nós adoramos. Um italiano super discreto e gostoso pertinho de tudo. Fica numa das ruas mais chiquezinhas e charmosas dessa região e tem uma massinha trufada deliciosa. Fomos jantar e não precisamos de reserva.

são petersburgo russia dicas onde ficar o que fazer coisas que amamos 061 são petersburgo russia dicas onde ficar o que fazer coisas que amamos 062

  • WaméP (Italyanskaya Ul. Pertinho da Igreja do Sangue Derramado)

Restaurante super moderninho que descobrimos meio ao acaso que foi uma ótima pedida. Além de boa comida e ótima carta de drinks, o lugar oferece uma experiência mais musical para os frequentadores. Shows ao vivo e DJs animam a noite por lá.

  • Jamie´s Italian (2 Konyushennaya Square. Pertinho da Igreja do Sangue Derramado)

Desde que fui a Londres eu estava morrendo de vontade de conhecer o Jamie´s Italian (acho que vocês sabem que eu amo os programas e livros dele! ?) e não é que dei de cara com uma filial em São Petersburgo!? Amei e não pensei duas vezes, me joguei nos carboidratos do meu chefe britânico preferido.

Adorei o restaurante, super fofo, exatamente como eu imaginava. Bem a cara dele e dos programas (e cozinhas) dele. A comida estava bem gostosa. Não precisei fazer reserva. Não sei se pra jantar é necessário.

são petersburgo russia dicas onde ficar o que fazer coisas que amamos 060 são petersburgo russia dicas onde ficar o que fazer coisas que amamos 058 são petersburgo russia dicas onde ficar o que fazer coisas que amamos 059

  • W Terrace (Hotel W – 6 Voznesensky Prospekt. Próximo a Catedral de Santo Isaac)

Lugar super bacana e badalado para ver o pôr do sol, tomar uns drinks e beliscar. A vista é de cair o queixo e o ambiente hiper agradável. Se você gosta de fumar narguilê prepare-se. Aqui as opções são muuuitas e super variadas. Como o local é badaladinho, garanta sua mesa fazendo reserva aqui.

são petersburgo russia dicas onde ficar o que fazer coisas que amamos 063 são petersburgo russia dicas onde ficar o que fazer coisas que amamos 064

Compras

Por incrível que pareça quase não fiz compras por lá. Aliás, quase é até um exagero. Não comprei nada. Mas não por falta de opções, pois isso não falta nessa cidade que é tão cosmopolita.

As melhores dicas que posso dar nesse sentido são: a Babochka, uma loja multimarcas que vende Lanvin, Valentino, Gucci e etc, fica na Nevsky Prospkt, na esquina da rua do Belmond. a Star Fashion, uma loja de departamentos enooorme que tem em toda a Rússia e tem várias marcas ótimas também. E se você quer babar nas grandes marcas, não pode deixar de passear pra lá e pra cá pela Bolshaya Konyushennaya Ulica, a rua das lojas elegantes.

Uma outra dica bacana é o mercadinho de souvenir que fica bem em frente a Igreja do Sangue Derramado. Alí é bom de pechinchar e as coisas tem um preço super honesto. Se quiser comprar uma matrioska ou uma imitação de ovo fabergé, esse sem dúvida é o melhor lugar.

E claro, a própria Nevsky Prospekt. Por lá você irá encontrar grandes lojas de departamento como Zara, H&M, Pull and Bear…

O anoitecer na Nevsky Prospekt | Foto: st-petersburg.com

fique ligado

  • Para ler e ver antes de ir:
    – Palácio de Inverno, de John Boyne. (Falei dele aqui)
    – Ana Karenina
    – Anastácia (sim, o desenho da Disney!)
    – Catarina, a Grande, de Robert K. Massie
    – Vale ver o filme ou ler a história do balé que você vai assistir também.
  • Prepare-se para se enrolar com os nomes importantes. São muitos Pedros, Catarinas, Alexandres e Nicolaus. Mas não se preocupe, isso não vai interferir tanto no seu entendimento da história.
  • Nathalia e Alexandre são nomes russos e toda hora alguém perguntava nosso nome e logo depois vinha com uma cara de espanto e falava pra gente: “Vocês são russos?” hahahahaha.
  • Spaciba é obrigado (a) em russo. Decore essa palavra e fale sempre que alguém te ajudar em alguma coisa. Não custa nada fazermos um esforço para aprender a língua deles, né?
  • Borscht é uma das comida super típicas de lá. É uma sopa de beterraba com ingredientes que variam de restaurante para restaurante. Pra quem gosta de sabores variados, vale experimentar.
  • Ter um guia é fundamental. Não abra mão disso.

Ufa! Acho que agora vocês tem um guia bem completo dessa cidade que eu adorei. Sem dúvidas, um dia voltarei a São Petersburgo.

Não deixem de acompanhar por aqui as novidades, em breve, teremos post de Moscou e do Belmond Grand Hotel Europe também. Sigam no insta, no facebook e no snapchat pra não ficar por fora de nada.