Alemanha, Destinos, Munique

10 coisas sobre a Oktoberfest de Munique

18 Maio 2016

Oktoberfest de Munique, taí uma festa que enche os olhos de muita gente. Desde os jovens loucos por diversão até famílias inteiras que seguem a tradição de participar do maior festival de cerveja do mundo. Diferente do que sugere o nome, a festa não é celebrada exatamente em outubro. Na verdade, ela começa em setembro e termina no primeiro final de semana do mês seguinte. Esse ano, ela acontecerá de 17 de setembro a 3 de outubro.

A Oktoberfest de Munique leva aproximadamente 6 milhões de pessoas por ano para a capital da Bavária. Só na edição de 2015 foram vendidos 6,5 milhões de litros de cervejas, segundo um jornal local. Eu, Nathalia Tosto, do blog Coisas que Amamos, estava lá e posso dizer que colaborei com as estatísticas. Aproveito para contar 10 coisas que você precisa sobre a Oktoberfest antes de ir para lá.

oktoberfest de munique 10 coisas que você precisa saber1. Todo mundo usa a roupinha: Sim! Nem pense em não se vestir a caráter, todos usam as roupas típicas. As dos homens se chama lederhosen e a das mulheres, dirndl. Na cidade você vai encontrar diversos modelos para comprar. As mais baratas ficam em torno de 50 euros e o céu é o limite para o preços das mais caras.

2. A cidade lota: Eu sei que isso é previsível, mas durante o período da festa tudo fica muito cheio. Portanto, conseguir hotéis com bom custo x benefício é bem complicado, assim como reservar mesas para a festa. Por isso, o ideal é que você se organize o quanto antes para não ter tanta dificuldade na hora de fechar a sua viagem. Se puder, fique em hotéis no entorno do Parque da Oktoberfest. Ir e voltar andando da festa é um grande facilitador por isso recomendo essa regiãoaqui para hospedagem.

3. O chopp é mesmo de 1L: Não digam que eu não avisei. Se pedir um “choppinho”, prepare-se para o litrão que chegará para você. Como se não bastasse o peso de 1L de cerveja, eles vem em canecas de vidro, chamadas masskrug, que são incrivelmente pesadas. Beber a cerveja é quase uma musculação. Atenção: As canecas não são brinde e por isso, não podem ser levadas da tenda. Se quiser um souvenir compre a sua por 20 euros nas lojinhas do Parque.

oktoberfest de munique 10 coisas que você precisa saber4. As músicas são ótimas: Vocês vão aprender a falar alemão cantando as músicas típicas e se não aprenderem, vão inventar uma letra em português que depois de algumas cervejas fará todo sentido pra você. Mas não pensem que só de musica alemã se sustenta a Oktoberfest, muitas músicas internacionais tocam por lá. As mais conhecidas são Angels – Robbie Williams / Hey Baby – DJ Otzi / Sweet Caroline – Neil Armstrong / Sweet Home Alabama – Lynyrd Skynyrd. Se quiser se arriscar nas alemãs, experimente ouvir Ein Prosit der Gemütlichkeit / So a Schöner Tag / Lichtensteiner Polka.

5. Chegue cedo e atenção no fim do dia: Principalmente se você estiver com um grupo grande de pessoas não pense duas vezes e chegue bem cedo. As tendas abrem às 9h da manhã e nesse horário você já encontra várias pessoas sentadas bebendo e muitas mesas reservadas. Quanto mais tarde fica mais difícil é de encontrar mesas vazias ou espaços para que vocês se acomodem. Sem falar nas filas, que para as tendas mais famosas, pode levar horas. No fim da festa, atenção redobrada. A grande maioria das tendas encerra o expediente às 22h30 e lá pelas 21h a situação já fica complicada. Tem muita gente bêbada, algumas brigas (rapidamente apaziguadas pelos seguranças), muitos tombos… Claro que não é nenhum caos, mas não é o mesmo clima gostoso e harmônico do início da festa.

6. A diversão é garantida: Mesmo que você não seja um grande apreciador de cerveja ou um amante de festas, tenho certeza que você vai se sentir em casa na Oktoberfest. Além dela acontecer em uma cidadezinha super agradável que é Munique, o festival em si, fica em um grande parque de diversões. Por lá você encontra montanhas-russas (com looping), brinquedos que giram (e desafiam a sua capacidade de sair de pé depois), carrossel, carrinhos bate-bate, trem fantasma e muito mais. Todos pagos separadamente.


oktoberfest de munique 10 coisas que você precisa saber
7. Cheira pó: Calma! Não se assuste se vir pessoas ao seu lado, no meio da festa, cheirando pó. Isso é super comum na festa e não é nenhum tipo de droga. Esse pó é usado para dar uma “refrescada” nas ideias. Dizem que quando a pessoa já bebeu demais, ela cheira esse pó e fica mais sóbria. Por isso é tão comum encontrar pessoas nas tendas fazendo isso.

8. Programa para todos: Se você tem filhos pequenos não desanime, aqui pode ser sim o lugar para vocês. A partir dos 6 anos, qualquer menor pode entrar desde que esteja acompanhado por um adulto (mas eu vi alguns bebês por lá!). O festival também tem atrações para as crianças, e acima de 16 anos a cerveja já é liberada. Só o consumo de bebidas alcoólicas mais fortes é proibido. Além disso, a entrada é totalmente gratuita o que atrai ainda mais gente, nem que seja só para passear pelo espaço, comer nas barraquinhas do lado de fora das tendas ou curtir os brinquedos do parque de diversões. Se for com seu pequeno, vá na parte da manhã ou da tarde que é bem mais calmo. Os dias de semana são mais vazios e podem ser uma boa pedida para você.

9. Cervejas alemãs: Prepare-se para se deliciar com as potentes cervejas alemãs. Somente as cervejarias que produzem cerveja dentro de Munique podem vender seus produtos na festa. São elas: SpatenLöwenbräuAugustiner-BräuHofbräu-MünchenPaulaner e Hacker-Pschorr. A cerveja vendida durante a Oktoberfest é chamada “Oktoberfestbier” ou cerveja da Oktoberfest. Ela é feita de acordo com a receita datada das primeiras Oktoberfests (por volta de 1810) e dizem ser mais forte (entre 5,5 e 6% de álcool) que as cervejas produzidas normalmente.

10. Cuidado com os desafios: Algumas brincadeiras são muito comuns por lá e subir nas cadeiras e bancos é uma delas, mas atenção: saiba que se você subir em cima da mesa, será desafiado a “virar” o seu chopp. Isso mesmo. Vai ter que beber aquele litro de cerveja de uma só vez e ainda pode ser expulso pelos seguranças da tenda que vêem a situação como uma possível desordem “na casa”.

Com todas essas dicas acho que você já está preparando para enfrentar a próxima Oktoberfest. Aliás, se o seu plano é esse, corra e comece a fazer as reservas agora mesmo. Do contrário vai pagar uma pequena fortuna em hospedagem, passagens internas e não vai conseguir reservar nenhuma mesa, se essa é a sua intenção.

Para saber mais clique nos posts abaixo:

Post original escrito para o Catraca Livre.

Fotos da internet.

Alemanha, Cultura, Destinos, Munique

Top 10 músicas da Oktoberfest de Munique

21 dez 2015

top 10 músicas da Oktoberfest de MuniqueSe você, como eu, acha que na Oktoberfest de Munique só tem música alemã. Sinto dizer, você está MUITO enganado. Sim, as que mais tocam são alemãs e claro que elas estão aqui na minha lista, mas tem muita música internacional e o melhor, muita música boa internacional! Preparado para anotar a listas das músicas mais tocadas no maior festival de cerveja do mundo?!

Ein Prosit: Essa é a música. Nos primeiros 5 minutos você vai decorar o refrão e vai cantar o tempo inteiro. É a música do brinde e sempre que tocar você vai erguer sua caneca e brindar!

Fliegerlied: Acho que a minha músicas preferida. Inventamos uma letra para o refrão que era “Essa pessoa cheira pó, lalalalala, essa pessoa cheira pó, lalalala” e seguimos cantando todos os dias assim. hahahahah Ah! Na verdade é uma música infantil, tipo “Atirei o Pau no Gato”, que bomba na Oktoberfest.

Hey Baby: A música que fechou o meu casamento e marcou uma das noites mais especiais da minha vida é um super sucesso na Oktoberfest. As músicas internacionais fazem sucesso por lá.

Angel – Robbie Williams: Outra música internacional que faz muito sucesso. Na hora que toca essa música na tenda da HB chega a dar arrepios… todo mundo cantando junto. É incrível.

Lichtensteiner Polka: A boa e velha música da “Brahma Chopp”. Lembram dessa? Vira e mexe toca e é inevitável cantar a música nacional.

Sweet Caroline: Mais uma música internacional que bomba por lá. Aliás, delicia que é ver aquela gente toda cantando junto.

Sweet Home Alabama: Eu amo essa música desde os anos 2000. Quando ela começou a tocar por lá, foi uma grata surpresa. Amei!

,

Atemlos Durch Die Nacht: Outra alemã super famosa por lá. Essa parece até música de night. Quando toca o povo vai a loucura!

Shatzi Schenk Mir Ein Foto: Como vocês vão ver no video, a letra é bem difícil, então… acho que vale vocês adaptarem pra nossa letra: “Já que eu não sei tirar foto…” hhahahahaha

Country Roads: Para terminar a música de Jonh Denver que também é cantada nas tendas. Essa é menos agitada e faz menos sucesso com o público, mas nem por isso é menos tocada.

Agora que você já sabe as principais músicas que tocam por lá e tem as letra delas (original e a minha versão para ajudar hahahahaha), só precisam de mais detalhes sobre a festa e sobre Munique. Para ajudar, separei alguns posts que vão deixar a sua viagem para a Oktoberfest completa. Clica abaixo para ler mais:

Pronto! Agora sim você está completamente preparado para curtir Munique e sua festa tão tradicional. Ah! Pra um evento como esse é fundamental você fazer o seu seguro viagem, ok? Além de ser obrigatório para entrar na Europa, para um evento bebedeira, não dá pra negociar. Tem que ter.

comissão booking hotel minicomissão real seguro minicomissão rentcars carro mini

Alemanha, Destinos, Munique, Praga, República Tcheca

De ônibus pela Europa

07 dez 2015

coisas que amamos de praga a munique de ônibusNessa minha última viagem pela Europa pude experimentar um meio de transporte que ainda não havia usado por lá: o ônibus internacional. Ele foi a minha escolha para ir de Praga, na República Tcheca, para Munique, na Alemanha.

Depois de pesquisar muito percebi que a melhor opção seria mesmo ir de ônibus. As passagens de avião estavam caras e acabavam demorando muito mais tempo do que as 4 horas de estrada. As passagens de trem, passavam por Viena, que não era caminho pra gente, e isso acabava prolongando nosso período na “estrada”. Nossa última opção era alugar um carro, mas infelizmente, ainda é muito caro fazer isso quando você tem a intenção de alugar em um país e devolver no outro. Desistimos da ideia imediatamente após o primeiro orçamento.coisas que amamos de praga a munique de ônibus 2Compramos nossas passagens com bastante antecedência. Já saímos daqui com elas compradas. Como fomos no período da Oktoberfest, tivemos medo de acabar e foi a melhor decisão que poderíamos ter tomado. O ônibus estava lotado. Não tinha uma cadeira livre, ou seja, demanda para aqueles lugares, certamente tinha. Fizemos as compras pelo site da  Deutsche Bahn (DB), pois eles são os responsáveis pelas vendas de passagens de trens e ônibus que partem ou chegam na Alemanha. O processo foi bem simples.( Ainda assim, se você tiver dúvidas, basta seguir o passo a passo desse post do Sundaycooks aqui).

Na hora do embarque o esquema é exatamente como em qualquer rodoviária do Brasil. O povo todo se aglomera na frente do ônibus com suas malas e entrega para o rapaz que vai colocando tudo no bagageiro e dá um ticket de que aquela mala é a sua. Pronto, na hora de desembarcar ele tira tudo, coloca no chão da rodoviária de destino e você pega a sua mala e vai embora.coisas que amamos de praga a munique de ônibus 3O serviço no ônibus é bem tranquilo. Tem banheiro, uma máquina que vende bebidas e salgadinhos e tem wifi também, que funciona meio mal e porcamente, mas funciona. As cadeiras são muito confortáveis e espaçosas. No meio do caminho o ônibus para uma rápida troca de motoristas e segue seu rumo. Você quase não percebe que está em um ônibus de tão confortável e tranquila que é a viagem.

Ou seja, no geral, achei que valeu a pena essa viagem e recomendo muito. Muito confortável, com excelente custo x benefício, muito prática (as rodoviárias são bem próximas aos centros turísticos tanto de Praga quanto de Munique) e diferente. Valeu!

comissão booking hotel minicomissão real seguro minicomissão rentcars carro mini

Alemanha, Destinos, Munique

Oktoberfest de Munique

30 nov 2015

IMG_2255Acho que esse é um dos posts mais esperados desse ano. Recebi diversas de perguntas sobre a Oktoberfest: como fazer, onde se hospedar, como ir… E como tive uma ótima experiência por lá, resolvi compartilhar um pouquinho com vocês e tentar esclarecer essas dúvidas todas. Vamos lá?

Quando/Onde acontece?

Apesar do nome, a Oktoberfest de Munique, normalmente acontece na segunda quinzena de setembro até a primeira semana de outubro. As datas exatas mudam todo o ano, mas é basicamente isso. Em 2016, a festa começará no dia 17 de setembro e terá fim dia 3 de outubro.

A primeira e mais tradicional festa da cerveja é realizada em Munique, na Alemanha. Sua estrutura é montada no parque Wiesn, que fica a mais ou menos 15 minutos de caminhada da Marienplatz, a principal praça da cidade.

coisas que amamos oktoberfest munique 8Como chegar?

Chegar a Munique é fácil. O aeroporto da cidade é bem grande e recebe vôos de companhias aéreas de todo o mundo. Se você já estiver na Europa, será ainda mais fácil. Você pode ir de trem ou até mesmo de ônibus. A cidade é totalmente preparada para receber os milhares de turistas que a visitam durante a festa.

Seguro Viagem

Já falei mil vezes que acho imprescindível seguro viagem. Os seguros dos cartões de crédito muitas vezes não dão conta dos problemas ou não cobrem determinadas situações e só descobrimos isso depois, quando estamos precisando deles.

Por isso, sempre recomendo que vocês façam um seguro antes de viajar. Para a Oktoberfest, não seria diferente. Pelo contrário, né?! Um lugar que envolve muitos jovens, bebedeira e curtição, acho o seguro quase obrigatório.

Recomendo sempre o comparador de preços e coberturas da Real. É o que eu sempre usei, gosto e nunca tive problemas. Eles são parceiros do blog e eu confio no serviço que eles prestam.

Quanto tempo ficar?

Isso depende muito. Se você não conhece a cidade, acho que vale tirar pelo menos uns 2 dias para conhecer + 2 dias para aproveitar o festival em si. Caso você vá só para o festival fique 3 dias, no máximo. É mais do que suficiente. Dificilmente seu fígado vai aguentar mais que isso e nesse período você vai aproveitar muito bem tudo que a Oktoberfest tem para oferecer. Se conseguir, calcule para não pegar a festa durante o final de semana. As tendas ficam MUITO lotadas e o acesso a tudo é muito mais complicado.

coisas que amamos oktoberfest munique 5Onde ficar?

Essa foi uma questão pra mim, e uma das principais dicas que dou para vocês é: reservem com MUITA antecedência o hotel. Eles esgotam muito rápido e ficam caríssimos se você deixar para última hora (e entenda que última hora, não é tão última hora assim!). Eu optei por ficar bem localizada, ou seja, fiquei exatamente entre a Marienplatz e o Parque da Oktoberfest. Sem dúvidas essa é a recomendação que eu dou para qualquer um que vá para a festa.

O hotel que eu me hospedei era bem fraquinho, Hotel Italia, por isso, prefiro não indicar para ninguém. Mas apesar de ruim, ua localização era excelente, e isso eu não posso negar. Nessa mesma região é possível achar hotéis bem legais e com preços variados como: Relexa, Marriot, Mirabell, Cristal, GHotel, Metropol, Andra, Best Western, Kavun e muito mais.

Estar nessa região significa: ir e voltar a pé da Oktoberfest e da Marienplatz, ou seja, praticamente tudo que você vai fazer durante sua temporada por Munique. Significa também que você vai pagar mais caro pelo hotel. Mas ai a decisão é sua. Assumo que não quis correr o risco de pegar metro bêbada por Munique. #realidades

Da outra vez que fui a Munique, me hospedei no hotel Novotel de Schwabing, que era excelente, mas ficava um pouco afastado de tudo e o metrô era necessário para qualquer coisa. Ainda assim, era um bom hotel. Ou seja, querendo optar por um hotel mais distante e consequentemente mais barato, fique atento a hotéis que tenham estação do metrô perto, pois será de grande ajuda na hora de ir e voltar do festival e de qualquer outro programa que você faça por lá.

comissão booking hotel grandeHorário de Funcionamento

As tendas funcionam das 10h às 22h30 durante a semana, e das 9h às 22h30 nos finais de semana. No dia da abertura, elas começam a funcionar ao meio dia, e no dia do encerramento do festival fecham à 1h da manhã.coisas que amamos oktoberfest munique 3

Quanto custa pra entrar?

A entrada na Oktoberfest é totalmente gratuita. Até mesmo nas tendas das cervejarias. Para garantir a sua entrada chegue cedo, principalmente se você estiver em grupo. E quando eu digo cedo, eu quero dizer na hora que abre (se você for no final de semana).

No primeiro dia cheguei às 9h30 e não tive problemas em conseguir uma mesa para 6 pessoas. No segundo dia eu tinha uma reserva para uma mesa às 14h e foi a hora que eu cheguei lá.

Tem que reservar?

Reservar é uma excelente opção se você não quiser chegar cedo e/ou se você quiser garantir um acento em alguma das tendas. As reservas podem ser feitas diretamente nos sites das tendas: SpatenLöwenbräuAugustiner-BräuHofbräu-MünchenPaulanerHacker-Pschorr.

Mas já adianto pra você que reservar é uma missão difícil. As mais procuradas são a HB, a Augustiner e a Paulaner. Por isso, são também as mais difíceis de serem reservadas.

Tente fazer sua reserva com muita antecedência e entenda bem como ela funciona. Se é valida apenas por um período, se vale para o dia inteiro, se é paga, se o valor pago dá direito a consumação, se o valor é por pessoa, o horário exato dela… enfim, entenda os pormenores para não ter problema depois. Eles não dão o nosso famoso “jeitinho”.

Se quiser ajuda para reservar, faça como nós fizemos e procure o concierge do seu cartão. Nós conseguimos a nossa reserva através do concierge e foi ótimo. Não tivemos nenhum trabalho, e o valor que pagamos no ato da reserva, se reverteu em consumação na tenda. Valeu a pena.

coisas que amamos oktoberfest munique 7Quanto vou gastar lá?

Isso é muito relativo, né?! Depende de quanto você vai beber e comer. Em 2015, o caneco de 1L de chopp custava €10,25 + gorjeta (= €11/€12). Vale lembrar que a cerveja da festa é especial e é mais forte que a tradicional vendida fora do festival. Ela tem até o nome: Oktoberfestbier.

As comidas variam muito de preço. Dentro das tendas, um prato de schitzel com salada de batata fica em torno de €18, mais ou menos. Do lado de fora, nas barraquinhas, você consegue comprar sanduíches por até €7.

Os brinquedos do parque também tem preços variados. O mais caro que eu vi por lá foi a montanha russa que custava €10 por pessoa e o mais barato €4. Com esses números dá pra você calcular mais ou menos quanto vai gastar por dia.

O que vestir?

Sem dúvidas, você tem que ir com as roupas típicas. Elas são a cara da festa e todo mundo usa por lá. As roupinhas femininas se chamam Dirndl e as masculinas Lederhosen. Elas são vendidas em todos os cantos da cidade, e você vai achá-las a preços diversos. As roupas de melhor qualidade podem ultrapassar os €300.

IMG_2252Antes de ir pesquisei algumas lojas que vendem as peças, mas quando já estava lá vi que não havia necessidade disso. No centro de Munique você encontra a Wiesn Tracht und Mehr, que vende roupas novas e usadas. Também é possível encontrar em lojas de departamento como C&A, H&M e alemã Loden-Frey por preços mais baixos (algo entre €30 e €50).

Se quiser as roupas originais e estiver disposto a “investir” nisso, vá na loja mais antiga da cidade, a Angermaier. Se ainda não tiver achado o que procura, a Trachten pode ser a solução.IMG_2264 (1)Se já chegar na cidade decidido a comprar a roupa, na estação de trem, na rodoviária e no aeroporto tem diversas lojinhas que vendem. Caso decida em cima da hora, não desvie muito do seu caminho para comprar a roupa, na Schwanthalerstraße (uma das ruas principais que leva ao parque onde acontece a festa, naquela região de hotéis que eu recomendei) tem vários outlets de roupas típicas.

Nessa época do ano já faz friozinho por lá, então, não deixe de levar um casaco para colocar por cima de tudo e lembre-se que dentro das tendas não é frio.

coisas que amamos oktoberfest munique 4Dicas

  • Nos finais de semana a Oktoberfest fica bem mais cheia que durante a semana. Se possível, se organize para ir ao festival de 2ª a 6ª.
  • Force a barra para as garçonetes servirem água da bica (tap water) para você. Não é a água mais limpa do mundo, mas é totalmente “bebível”. Ela é grátis e em tempos de euro em alta, será uma bela economia, além de te ajudar a sobreviver até o fim do dia.
  • Chegue cedo para garantir uma mesa do contrário as filas podem ser de horas para entrar nas tendas.
  • Dê gorjetas TODAS as vezes que comprar seu chopp. Arredonde para cima e garanta um bom serviço.

Ufa! Depois desse post enorme, acho que já dá pra vocês se organizarem pra aproveitarem muito a Oktoberfest né? Mas calma que ainda não acabou. Pra você terminar esse post com absolutamente todas as informações necessárias, leia os outros posts que eu fiz sobre a festa e sobre Munique. Clique abaixo e saiba mais:

Pronto, agora pode preparar as malas, o fígado e a roupinhas típica e se jogar na festa. Tenho certeza que você vai amar cada segundo por lá, cada gole de cerveja especial, cada arrepio que sentir quando tocar as músicas da festa e uma tenda inteira cantar junto… É demais mesmo!

comissão booking hotel minicomissão real seguro minicomissão rentcars carro mini

 

Alemanha, Destinos, Munique

Munique | Alemanha

08 fev 2011

Atualizado em Janeiro/2019

Falar de Munique é muito, muito fácil. Uma cidade encantadora. Acho que quando eu pensei em Alemanha, a imagem que veio a minha cabeça foi de uma cidade igual a Munique. Não poderia pensar em algo diferente. Uma mistura de clássico e moderno, com casinhas típicas da Bavaria, castelos, comida, festa, comida e claro, muita cerveja.

Como chegar

Chegar em Munique é muito fácil. Você tem diversos vôos partindo de todas as cidades da Europa e do mundo. A Lufthansa, cia aerea alemã, inclusive, tem mais de um vôo para a cidade.

Além disso, a cidade é super bem munida de trem e ônibus. Eu mesma já fui a Munique chegando por avião uma vez e de ônibus em outra vez. Super tranquilo, confortável e prático para o turista.

Quando ir/Melhor época

Essa é uma pergunta MUITO difícil de responder. Acho que depende muito do que você quer. Quer agito? Na época da Oktoberfest é perfeito. Quer ver paisagens lindas e não morrer de frio? Experimente ir durante o verão (junho, julho e agosto). Quer ver os lindos mercados de Natal? Dezembro é perfeito para você.

Além das datas “comemorativas” da cidade, acho que vale a pena você pensar nos termômetros também. Eu fui em janeiro e peguei muuuito frio e depois voltei em setembro e estava friozinho, mas super agradável. No inverno peguei dias feios e muito frio, mas a cidade estava vazia. Em setembro, na Oktoberfest, peguei dias lindos, menos frio, mas a cidade estava entupida. A decisão é sua!

Quanto tempo ficar?

Acho que o mínimo de dias pra você curtir a cidade de fato e fazer as coisas todas que ela oferece são 3 dias inteiros. São muitos atrativos (para todos os gostos) e alguns programas um pouquinho afastados da cidade o que leva tempo de transporte de um lado para o outro.

Se você tem menos tempo, em 2 dias você consegue conhecer tudo na cidade, mas vai abrir mão dos programas fora de lá, como o famoso Castelo de Neuschwanstein.

Como se locomover?

Chegar do aeroporto ao centro é fácil, assim como a grande maioria das cidades européias Munique tem um bom esquema de transporte público e uma estação de trem dentro do aeroporto que é interligada com o metrô da cidade, ou seja, molezade se locomover! Os taxis fazem essa corrida por aproximadamente 60 euros! Ouch!

Se chegar de ôninbus não se preocupe. A estação rodoviária é super bem localizada no centro da cidade e você consegue até ir a pé para Marienplatz (se não se importar de andar um pouquinho).

Conectado

Uma boa opção para ficar conectado em Munique é já sair do Brasil com um chip de celular em mãos. Eu sempre opto por fazer isso para garantir que quando eu chegar no destino consigo pedir um uber, falar com o hotel/airbnb ou qualquer coisa do tipo. Eu costumo usar o chip da EasySim4U. Eles me entregam no Brasil, em casa, e eu já chego no lugar conectada. Vale a pena!

Onde ficar em Munique

Pra mim, essa decisão é bem fácil de tomar. No entorno da Marienplatz, você vai ter tudo ao seu alcance e essa seria a minha escolha. Por lá ficam a grande maioria dos pontos turísticos, os melhores restaurantes, lojas… você consegue fazer tudo a pé tranquilamente.

Living Hotel: Uma opção não muito afastada, mas longe o suficiente para não cobrar “estar pertinho” da Marienplatz. Hotel novinho super simpático.

Holiday Inn City Centre: Bem mais afastado, mas perto do metro e com excelente custo x benefício.

Relexa: Um dos meus preferidos que ficam a uma distância caminhável da Marienplatz. Ele é um pouco mais confortável e luxuoso, mas não está na lista dos mais tops.

Mercure: Outra boa opção, bem próxima da Marienplatz.

Louis Hotel: Uma das opções mais próximas da praça e também um dos hotéis mais tradicionais da cidade.

Platz Hotel: Apesar dos ares  mais executivos, o hotel fica bem perto da Marienplatz e é uma ótima opção.

 

O que fazer

Munique é uma cidade muito simpática e, na minha opinião, seu maior atrativo é fazer o turista curtir o bavarian style! Seu principal “bairro” é Marienplatz que é uma praça aonde fica a (linda) nova prefeitura, que é também o prédio mais famoso da cidade, muito conhecido por sua arquitetura e seu “cuco”.

Além disso, você pode fazer um belo tour pelas cervejarias. As mais famosas são: Houfbraunhaus, Schneider e Paulaner.

 

Outro programa super bacana é passear pelos parques. O Englischer Garten e o Olympiaberg são os mais famosos. No primeiro você pode fazer pic nic, tomar uma cerveja ao ar livre e ver o pessoal surfando no rio. No segundo, você vai ver os resquícios das Olímpíadas de Munique. Super interessante.

Para quem ama um museu, que tal experimentar algumas opções diferentes? . É em Munique que fica a sede da BMW, consequentemente seu museu também está lá. Para os amantes de carro é uma atração e tanto. Se carro não é a sua praia, tudo bem. Em Munique você pode também visitar o Allianz Arena. O estádio de futebol do FC Bayern de Munique. Eu fiz os dois passeios e achei bem bacanas. Pra quem curte um programa diferente, vale a pena.

Fora da cidade, fica o famoso Castelo de Neuschwanstein, que inspirou Walt Disney a fazer o castelo da Cinderela. É possível fazer um bate e volta até lá. Para isso, organize-se para passar o dia fora e ficar cansado. É uma pequena viagem de 2h de trem até Fussen, a cidade aonde fica o castelo. Recomendo comprar o ingresso com antecedência para evitar problemas na hora, e lembre-se que se atrasar e perder o horário da entrada já era. Não tem jeitinho.

Saindo um pouquinho de Munique, fica o Campo de concentração Dachau. É o segundo maior na Europa, perdendo apenas para Auschwitz-Birkenau. Para quem conhecer um pouco mais sobre a história vale a pena. Fica a 30 minutos de trem e tem muita história para contar.

Onde comer

Acho que essa nem é uma dica muito honesta, afinal tá todo mundo cansado de saber que pra comer bem na Alemanha você não precisa procurar muito. Escolha uma barraquinha qualquer e mande ver no cachorro quente! Pode acreditar vai ser muito bom.

Além das barraquinha Munique tem um atrativo “alimentício” um tanto quanto especial, as cervejarias. A mais famosa delas é a Houfbraunhaus, também conhecida como HB. É daquelas que entram na lista do “tem que ir”. Mas é claro que nem só de cerveja sobrevive a cervejaria, então pode comer ai também que a comida é maravilhosa. Sugestão: Filé de vitela a milanesa com salada de batata ou Kassler com batata gratinada.

Um aviso: se você não come carne de porco, está no lugar errado. Não que não tenham outras opções, mas na Alemanha a especialidade é o porco. Sejam as linguiças, salsichas, o joelho, as costelinhas ou o kassler.

Compras

“Europa não é lugar de fazer compras”. Eu discordo! H&Ms e Zaras estão ai para me apoiar. Essas lojas você encontra em cada esquina, além delas você encontra milhares de lojinhasdesconhecidas, “sem marca” com produtos bonitinhos. E se você está na Europa, você está no paraíso das mega-stores. Em Munique não é diferente. A Karstad é a maior e melhor delas, muitas marca, muitos andares, muitas lojas e muitas opções.

Se você quer comprar nas lojas de sempre, Marienplatz é o lugar certo. TODAS as lojas que você quiser estão por lá. Para as marcas mais luxuosas procure as ruas MaxmillianStrasse e PeruStrasse (uma é continuação da outra!). Burberry, Hermés, Louis Vuitton, Chloé e muitas outras poderão ser encontradas nessas ruas. Além disso, tem uma loja mará chamada Berni só de sapatos. Você vai encontrar todas as marcas possíveis e imagináveis, inclusive as tão faladas(e dificílimas deencontrar na Alemanha) Hunter Boots.

Espero que tenham gostado e que curtam muito a visita a Munique. Quem quiser saber mais sobre a cidade e sobre a maior festa que acontece nela, a Oktoberfest é só clicar nos links abaixo:

Pronto! Agora sim vocês estão preparados para curtir cada cantinho e cada detalhe de Munique. Tenho certeza que vocês vão amar! =) Boa viagem.

comissão booking hotel minicomissão real seguro minicomissão rentcars carro mini