CqA TV, Croácia, Destinos, Dubrovnik

CqA TV: Dubrovnik e Hvar!

03 out 2016

img_6885Tô amando postar os videos dessa viagem e já tô com dor no coração pois estão acabando. Só teremos esse de Dubrovnik e Hvar. Ai acaba! Buááá!!! Mas antes do chororô que tal darmos uma olhada nesse video?!

Ele ficou curtinho pois gravei pouca coisa… acho que em alguns lugares acabo me distraindo e gravo menos do que deveria! hahahaha Mas ainda assim dá pra vocês sentirem um pouco desses lugares deliciosos e um curtirem um pouquinho dessa minha viagem.


Edição: Julia Zettel (juliamzettel@gmail.com)

Espero que esse vídeo tenha feito vocês verem Dubrovnik e Hvar com bons olhos e que tenha ajudado a deixá-los encantados com essas cidades assim como eu me encantei. Afinal, história + mar + boa comida + clima gostoso é uma combinação perfeita que você pode (e vai) encontrar nesses lugares.img_7454Não esqueçam de curtir esse vídeo e de se inscrever no canal para ter acesso primeiro a todo o conteúdo que é publicado. E claro, se gostaram, compartilhem! =)

Para saber mais sobre Dubrovnik, clique aqui.
Para saber mais sobre Hvar, clique aqui.
Para saber mais sobre a Croácia (e todas as outras cidades que eu visitei no país), clique aqui.

comissão booking hotel minicomissão real seguro minicomissão rentcars carro mini

Croácia, Destinos, Dubrovnik

Dubrovnik | Croácia

18 jul 2016

dubrovnik croácia coisas que amamos dicas viagem o que fazer onde ficar verão europa 11Ah! O verão europeu… que maravilha. Ainda melhor é curtir essa estação em um país tão incrível quanto a Croácia. Minha primeira parada por lá foi Dubrovnik e eu não poderia ter escolhido melhor. Uma cidade unânime, diferenciada, com uma energia especial e muita, muita história para contar…

Foi com esses olhos que eu enxerguei a cidade mais famosa do país. Não a toa ela é conhecida como a “pérola do adriático”. É uma cidade completa, pronta para agradar a todos, sejam aqueles que querem relaxar, os que querem ir a praia, os que querem ir para a noitada ou ainda aqueles que só querem passear e conhecer um lugar incrivelmente rico e diferente de tudo que já se viu.

A cidade

Dubrovnik é uma cidade costeira da Croácia localizada no extremo sul da Dalmácia, na ponta do istmo do mesmo nome. É um dos destinos turísticos mais concorridos do Mar Adriático, um porto marítimo e a cidade mais importante do condado de Dubrovnik-Neretva. Em 2001 a população do município era de 43 770 habitantes, dos quais 30 436 na cidade, a maior parte deles de origem croata (88,39%), havendo ainda 3.26% de origem sérvia e 3.17% de bósnios.

Pela sua beleza natural e urbanística, e pelo que representa para a história, Dubrovnik é conhecida como “a pérola do Adriático” e “Atenas eslava”, devido aos seus antigos habitantes a distinguirem como única numa região onde imperava a barbárie e por nela terem proliferado grandes figuras das humanidades e das artes. Capital do condado de Dubrovnik-Neretva, Dubrovnik é uma cidade rodeada de muralhas e fortificações, no sopé do monte de São Sérgio, que cai a pique sobre as águas do Mediterrâneo. Desde 1979 que o recinto muralhado está classificado como Património Mundial pela UNESCO. As imponentes e bem conservadas muralhas, a arquitetura medieval, renascentista e barroca, a paisagem do Adriático, os cafés e restaurantes fazem de Dubrovnik um destino turístico único. A parte antiga é dividida ao meio pela Placa ou Stradun, o passeio público, com cafés e restaurantes, além de diversos monumentos e edifícios históricos.

A prosperidade da cidade sempre foi baseada no comércio marítimo. Na Idade Média foi a capital da República de Ragusa, a única cidade-estado no Adriático oriental a rivalizar com Veneza, atingindo o seu apogeu nos séculos XV e XVI. Em 1991 foi cercada por e bombardeada por forças militares da Sérvia e Montenegro na sequência da fragmentação da Jugoslávia, o que provocou grandes estragos.

dubrovnik croácia coisas que amamos dicas viagem o que fazer onde ficar verão europa 12dubrovnik croácia coisas que amamos dicas viagem o que fazer onde ficar verão europa 10dubrovnik croácia coisas que amamos dicas viagem o que fazer onde ficar verão europa 9

Sem Título-1Essa parte é uma cópia do post sobre a Croácia onde dou todos os detalhes sobre o país como um todo. Mas não custa repetir por aqui para os viajantes que vão a Dubrovnik, não é mesmo!? Se você quer ir direto ao assunto, pule para o item “Dicas Práticas”.

Vistos

Quer uma boa notícia? Brasileiros não precisam de visto para visitar a Croácia. A única exigência é que o passaporte esteja com no mínimo 6 meses de validade (a partir da data que você deixar o país!).

Se você tem dupla cidadania, e pretende usar o seu passaporte não-brasileiro para entrar na Croácia vale verificar se seu outro país precisa ou não de visto. Eu tenho cidadania italiana, por exemplo, e 100% das vezes que vou pra Europa uso meu passaporte italiano pra entrar. Porém, apesar de já fazer parte da União Européia, a Croácia ainda não faz parte do Espaço Schengen. Ou seja, para ir de qualquer local da Europa que faça parte do Schengen você precisa fazer imigração, carimbar passaporte de novo etc. Portanto, nesse caso, não faz diferença você usar o seu passaporte brasileiro ou o seu passaporte europeu aqui.

Clima

Sem dúvidas a melhor época do ano para visitar a Croácia é quando o verão está por perto. Nos meses de julho e agosto o país ferve. É super alta temporada, as cidades ficam lotadas, as praias ficam cheias de jovens, as ilhas são tomadas por gente de todos os cantos do mundo que querem curtir o verão europeu e emendar em boas baladas.

Eu fui na primeira semana de junho e achei maravilhoso. Peguei ótimas temperaturas (média de 25 graus), sol todos os dias, as praias e cidades mais vazias e um climinha super fresquinho e agradável. Por isso realmente acho que julho e setembro são os melhores meses para conhecer o país.

No inverno você vai curtir também, mas é um outro tipo de viagem. Com neve, frio, sem praia… uma viagem diferente, eu diria e com a vantagem de ser baixíssima temporada. Ou seja, com preços mais baixos e cidades mais vazias.

dubrovnik croácia coisas que amamos dicas viagem o que fazer onde ficar verão europa 22Moeda

A Croácia não faz parte da zona do euro e sua moeda corrente é a Kuna Croata (HRK). Pra vocês entenderem mais ou menos como funciona, atualmente a conversão é assim: 1 kuna = R$ 0,47. ou 1 euro = 7,50 kunas.

Para um país com o turismo em ascensão até que achei os preços por lá bem razoáveis. Lembrem-se que estamos falando de Europa e de um local que no verão tem seu ápice. Logo, nessa época os preços devem subir. Eu fui no início da alta temporada, então, os preços ainda estavam legais. Achei a Grécia, por exemplo, infinitamente mais cara.

Seguro viagem

Diferente da maioria dos países da Europa, a Croácia por não fazer parte do conglomerado de Schengen, não exige que o turista tenha um seguro saúde na hora de ingressar no país. Porém, como já falamos diversas vezes por aqui acho extremamente importante estar assegurado quando viajamos.

Eu sempre recomendo que vocês façam um orçamento com o comparador de preços e coberturas da Real. Sempre fecho com eles pois é fácil de encontrar o melhor seguro pra mim (sem pagar mais caro por isso). Eles são parceiros do blog e eu sempre utilizei os serviços e nunca tive problemas.

coisas que amamos comissão real seguros

Alfabeto/Língua

Uma coisa que você não precisa se preocupar é com a comunicação por lá. Todo mundo, em todos os lugares, de todos os cantinhos do país (principalmente nas áreas turísticas, claro) falam inglês fluentemente e vão conseguir conversar com você numa boa.

O idioma croata é falado predominantemente na Croácia, sendo também encontrado em outras nações das proximidades. Do ponto de vista linguístico, assemelha-se ao sérvio; ambas as línguas podem ser consideradas variantes padronizadas de um mesmo idioma em comum: a língua servo-croata.

dubrovnik croácia coisas que amamos dicas viagem o que fazer onde ficar verão europa 25Eles fazem uso do alfabeto latino, ao contrário do sérvio que utiliza o alfabeto cirílico. São utilizados dois sinais diacríticos: o acento agudo, sempre sobre a letra “C” – que indica palatização fraca, e o caron (circunflexo invertido), sobre as sibilantes “S”, “C” e “Z”, que indicam palatização forte. Para as demais letras, a palatização é indicada por meio da letra “J”, nos dígrafos “NJ” e “LJ”, nos I + E = IE/IJE, R + R = ?.

É importante ressaltar que, diferentemente das línguas latinas em que os sinais diacríticos são considerados meros modificadores de letras existentes, no caso do croata eles representam letras diferentes e, como tais, fazem parte do alfabeto.

Em croata, cada letra corresponde a um único som, e cada som equivale a apenas uma letra. Isso difere do idioma português, no qual têm-se letras como, por exemplo, o “X”, que representa vários sons diferentes, ou o “S”, que pode corresponder, na linguagem escrita, aos fonemas /z/ ou /s/, dependendo da posição na palavra. Ainda no português, temos os dígrafos, que, como o “LH”, representam um som diferenciado.alfabeto croata coisas que amamos dicas croácia
Segurança

A Croácia, apesar de ter uma história forte e marcante de guerras, é hoje um país de primeiríssimo mundo e super pacífico. Por isso, posso dizer com tranquilidade que você não precisa se preocupar com a questão da segurança por lá.

Em nenhum momento me senti em risco ou me senti insegura. Claro, que como eu sempre falo, temos que ficar atentos aos locais de maior movimentos pois furtos podem acontecer. Mas em nenhuma hipótese podemos dizer que a Croácia é um país violento ou perigoso.

dubrovnik croácia coisas que amamos dicas viagem o que fazer onde ficar verão europa 21Como chegar

O que não faltam são opções de como chegar a Croácia. O avião, sem dúvidas, é a maneira mais prática. As grandes cidades como Zagreb, Split e Dubrovnik tem ótimos aerorportos internacionais e recebem vôos de diversos locais da Europa e do mundo.

As principais são: TAP (com escala em Lisboa), Alitália (com escala em Roma), Air France (com escala em Paris), KLM (com escala em Amsterdam), British (com escala em Londres) e a Croatia Airlines.

Eu fiz isso, fui de Moscou a Dubrovnik de avião e o resto do país eu conheci de carro. Aluguei nesse site aqui e foi ótimo. Peguei o carro num hotel pertinho da cidade murada em Dubrovnik e devolvi no aeroporto de Zagreb. Contratei com GPS para garantir que não ia errar os caminhos e um seguro. Deu tudo super certo.

E a carteira internacional de habilitação? Então, ela não é obrigatória, mas achei super válido ter. Fomos parados pela polícia em Montenegro e foi ótimo ter uma carteira em inglês para mostrar ao policial e tal. É imprescindível? Não. Vale a pena ter? Vale. Falei mais sobre isso aqui. Tem todas as infos que você precisa para tirar a carteira e como tudo funciona.

Quem fizer o caminho inverso, no norte para o sul, vai passar pelas estradas que são maravilhosas. É tudo super bem indicado, cheio de placas e com algumas fronteiras. Na verdade, para chegar em Dubrovnik especificamente, é necessário cruzar a fronteira da Bósnia. Não fique preocupado, tenha os passaportes em mãos, documento do carro e pronto!dubrovnik croácia coisas que amamos dicas viagem o que fazer onde ficar verão europa 27

separadores viagemOnde ficar

Na minha opinião, o melhor lugar para se hospedar em Dubrovnik é dentro da cidade murada/oldtown. Você sente o clima do lugar, vive a história e está a poucos passos de tudo. Mas isso pode não ser tão fácil quanto parece. Dentro da cidade murada só existe um hotel, isso mesmo, um, além de albergues e apartamentos.

O meu apartamentinho Amorozo. Achei excelente e recomendo demais!

Fiquei em um dos apartamentos Amorozo. São três no mesmo prédio, cada um seguindo um estilo de decoração e podendo receber um número específico de pessoas. Fiquei num sper novinho, bem decorado, hiper bem localizado, silencioso (o que é um milagre!) e o melhor… sem precisar subir mil escadas e ladeiras pela cidade para chegar. Ou seja, uma mão na roda. Sem falar no preço que foi ótimo. Recomendo MUITO!!!

O hotel que fica dentro da cidade murada é o The Pucic Palace. Ele é um 5 estrelas bem bonitinho. Ele fica bem pertinho do Amorozo Apartament, ou seja, super bem localizado. Fica em uma rua paralela a Stradum, rua principal da cidade, e oferece aos hospedes quartos confortáveis, café da manhã, um restaurante bacaninha e todas as mordomias de um hotel, que só ele pode oferecer lá dentro.

O Grand Villa Argentina é uma excelente opção fora das muralhas

Se você quiser uma outra opção de apartamento na cidade murada, dê uma olhada no Lumen. As críticas são ótimas. Mas se você não se importa de ficar do lado de fora da cidade murada, opções não vão faltar. Os melhores hotéis e resorts ficam fora dos muros. A poucos passos da cidade antiga estão os melhores hotéis da cidade Villa Allure, Hilton Imperial, Rixos, Bellevue, Grand Vila Argentina e Excelsior. São hotéis de luxo e por isso, são mais caros, mas ainda assim acho que vale bastante a pena para quem gosta de relaxar e curtir o hotel.

Ainda mais afastado da cidade antiga, fica o bairro de Lapad. Uma outra opção de hospedagem para os turistas. A grande vantagem de ficar aqui são os preços, que costumam ser bem mais baixos. Porém, o bairro fica a mais ou menos 20 minutos da cidade murada e o transporte público até lá, apesar de eficiente, pode sair bem carinho custando 2 euros cada passagem. Para ver opções de hospedagem em Lapad, clique aqui.

comissão booking hotel grande

dubrovnik croácia coisas que amamos dicas viagem o que fazer onde ficar verão europa 31O que fazer

Se eu falar pra vocês passearem e curtirem a cidade vão rir de mim e achar que não tô dando dica nenhuma né? Mas se tem uma cidade boa para “curtir”, ver as pessoas passando, tomar um drink tranquilo… é Dubrovnik.

  • Muralhas

Esse é um dos principais programas da cidade: conhecer as muralhas que cercam a cidade antiga. Vai por mim, é muito legal mesmo de fazer isso. Lá de cima, você consegue ver como a cidade é de fato, as ruelas, as torres de proteção e a beleza do mar Adriático batendo nas pedras e nos muros… lindo, lindo!

Ao todo são 2km de muralha para você percorrer e a grande dica aqui é: vá bem cedinho ou no final do dia, depois que os navios que costumam ancorar por ali já foram embora, dessa forma, você evita a muvuca e consegue curtir o passeio com mais calma e sem milhares de turistas te empurrando para passar. Eu fui no fim do dia e vi o pôr do sol na muralha, foi incrível.

dubrovnik croácia coisas que amamos dicas viagem o que fazer onde ficar verão europa 24dubrovnik croácia coisas que amamos dicas viagem o que fazer onde ficar verão europa 26 dubrovnik croácia coisas que amamos dicas viagem o que fazer onde ficar verão europa 23

  • Passear pela cidade antiga

Esse é outro programa imperdível, e como eu falei, curtir a cidade faz parte. Passeie pelas ruelas, entre e saia dos becos, admire a arquitetura diferenciada, fique embasbacado com o chão branco, suba e desça as escadas e se perca por lá. É uma delicia!

Nessas andanças você vai descobrir lojinhas, restaurantes, ruelas, passagens, locações de Game of Thrones, igrejas e muito mais. A cidade murada de Dubrovnik é sem dúvidas a grande atração do local e gastar algum tempo passeando por ali é imperdível.

Nas suas andanças você vai passar por Stradun (ou Placa), a rua principal, e perto dela vai ver outros pontos de interesse como o portão principal de entrada da cidade, também conhecido como Pile Gate. Bem na frente desse portão fica a fonte Onófrio e a Igreja de São Sávio. Seguindo pela Stradun, você vai chegar a Torre do Relógio, que fica na Praça da Galeria. Nessa praça você vai ver a Torre do Relógio, um dos símbolos da cidade, a igreja de São Blásio, a Galeria dos 4 Sinos e outros locais que vão te deixar encantado.dubrovnik croácia coisas que amamos dicas viagem o que fazer onde ficar verão europa 8dubrovnik croácia coisas que amamos dicas viagem o que fazer onde ficar verão europa 20dubrovnik croácia coisas que amamos dicas viagem o que fazer onde ficar verão europa 3

  • Teleférico

Outro “ponto turístico” bastante famoso em Dubrovnik. Subir o teleférico e ver a cidade inteira do alto é um programa realmente muito bacana. Além da vista linda, você consegue visualizar bem como a cidade cresceu no entorno da parte antiga e das muralhas.

A dica aqui é a mesma: vá no fim do dia para admirar o pôr do Sol ou bem cedinho evitando os turistas dos navios. Nós fomos no fim do dia, antes de fazermos as muralhas e foi ótimo. Estava vazio, conseguimos tirar nossas fotos com calma, apreciar a vista e ainda subir o teleférico sem filas.

Se você quiser tomar um drink ou fazer uma refeição no Panorama, restaurante que fica lá no alto, recomendo que você deixe reservado (com antencedência), pedindo uma mesa na área externa e com uma bela vista para a cidade. Você não vai se arrepender.

dubrovnik croácia coisas que amamos dicas viagem o que fazer onde ficar verão europa 5 dubrovnik croácia coisas que amamos dicas viagem o que fazer onde ficar verão europa 6

  • Mala Buza

O Mala Buza é um bar que fica encrostado nas pedras da muralha, na beira do Adriático. A entrada é uma passagem bem pequena na própria muralha. Mas atenção não tem indicação nem nada explicando que ali é a entrada do bar. Hoje, o Mala Buza tem dois bares que ficam bem próximos um do outro, portanto, se um deles tiver cheio, procure saber onde fica o outro para que você possa sentar e curtir a paisagem enquanto bebe um vinho croata.

Ah! Se for no verão ou com aquele calorzinho gostoso, não deixe de ir com suas roupas de banho. De lá é possível dar um mergulho no mar e aproveitar as pedras para pegar um sol. Mas lembre-se não tem banheiros no bar, portanto, vá vestido com seu biquini/sunga para não ter que procurar um local para se trocar.

Esse “item” poderia até estar no item “onde comer”, mas como não tem comida por lá, resolvi colocar aqui por que acho que é um programa imperdível para qualquer turista que vá conhecer Dubrovnik. Dar uma paradinha por lá e curtir uns drinks enquanto aprecia a vista é muito gostoso.

dubrovnik croácia coisas que amamos dicas viagem o que fazer onde ficar verão europa 34dubrovnik croácia coisas que amamos dicas viagem o que fazer onde ficar verão europa 15dubrovnik croácia coisas que amamos dicas viagem o que fazer onde ficar verão europa 14dubrovnik croácia coisas que amamos dicas viagem o que fazer onde ficar verão europa 13dubrovnik croácia coisas que amamos dicas viagem o que fazer onde ficar verão europa 1

  • Lokrum

Lokrum é uma das ilhas mais famosas do entorno de Dubrovnik. Ela fica bem em frente a oldtown e pode ser vista de vários pontos da cidade. Ela é uma ótima opção para quem quer passear, dar um mergulho no mar, conhecer a Lagoa da Esmeralda e claro, dar uma olhadinha em mais alguns cenários de Game of Thrones.

Nós passamos uma manhã por lá e foi suficiente para conhecer vários pontos da ilha. Os barcos para lá custam 100 kunas por pessoa (ida e volta) e saem a cada meia hora do porto. O trajeto não leva mais do que 15 minutos. É um passeio bacana para quem quer conhecer um pouco mais do que a cidade e seu entorno oferecem.

Se você está com crianças, não deixe de fazer esse programa. Elas ficam loucas com os vários pavões soltos por lá e adoram o parquinho que foi montado na ilha para atender os mini-turistas.dubrovnik croácia coisas que amamos dicas viagem o que fazer onde ficar verão europa 17dubrovnik croácia coisas que amamos dicas viagem o que fazer onde ficar verão europa 4dubrovnik croácia coisas que amamos dicas viagem o que fazer onde ficar verão europa 16

  • Ilhas Elafiti

Outra opção de passeio para quem quer curtir o sol e o mar da Croácia. O conjunto de ilhas é formado por Lopud, Kolocep e Sipan. Para chegar até elas, existem passeios diários de barco que saem do porto e ficam o dia todo parando em cada uma das ilhas. Se eu não tivesse ido a Montenegro um dia, eu teria feito esse passeio. Acho que deve ser bem gostoso.

  • Game of Thrones Tour

Apesar de amarmos GOT e ficarmos parando de 5 em 5 minutos em vários pontos da cidade para tentar identificar possíveis locações da série, nós não fizemos o tour oficial de Game of Thrones por lá. Acabei pegando na internet alguns dos principais lugares que apareceram na série e conheci King´s Landing na marra e por conta própria.

Gostaria de ter feito o tour se tivesse tido mais tempo na cidade, mas assumo que o preço me assustou um pouco. Quando pesquisei eles estavam custando algo perto de U$50/U$70 por pessoa. No TripAdvisor tem várias opções e você vai ser abordado por milhares de pessoas te oferecendo o tour próximo ao Pile Gate. Portanto, se você é fã da série, tem tempo em Dubrovnik e está disposto a pagar isso já sabe o que fazer!

Pra quem quiser fazer sozinho, anota ai: várias cenas rolam na Muralha da cidade, o Forte Lovrijenac é Fortaleza Vermelha na série, a Torre Minceta é a Casa dos Imortais, a ilha de Lokrum é Quarth, a escada da vergonha fica próximo a Praça da Galeria, o pier do lado de fora da cidade, próximo ao Pile Gate, aconteceram várias gravações…

dubrovnik croácia coisas que amamos dicas viagem o que fazer onde ficar verão europa 18A escada da vergonha… Tamo junto Cersei! hahahaha

Meu roteiro dia a dia ficou assim:

Dia 1: Cidade Antiga + Teleférico + Muralhas
Dia 2: Lokrum + Mala Buza + Cidade Antiga/Game of Thrones
Dia 3: Montenegro

Achei que foi tranquilo e calmo de conhecer Dubrovnik seguindo essa programação. Não fiquei na correria, fiz tudo que eu queria, vi tudo que eu achava imprescindível e consegui curtir MUITO a cidade.

dubrovnik croácia coisas que amamos dicas viagem o que fazer onde ficar verão europa 30Estacionamento em Dubrovnik

Esse foi um assunto que eu fiquei bem preocupada antes de viajar. Como ia deixar o carro dormindo uma noite lá, queria saber como fazer. Então, pra vocês não terem a mesma preocupação vou tentar esclarecer o que vi por lá e deixar umas dicas aqui.

Bom, os estacionamentos privados que são super próximos da cidade murada, são MUITO caros. Não recomendo nem um pouco que você pare neles. Apesar de serem coladinhos na muralha e facilitar a sua vida, você vai gastar uma fortuna.

O que eu fiz foi: parei na rua do Hotel Bellevue, que tinham milhares de vagas, calculando o tempo que o carro ficaria ali parado. Na banca de jornais que fica quase em frente você pode comprar e pagar o ticket do estacionamento. É bem simples esse sistema e super seguro por lá. Dá até pra ir andando pra Oldtwon. São uns 15 minutos de caminhada e é super tranquilo.

dubrovnik croácia coisas que amamos dicas viagem o que fazer onde ficar verão europa 19Carregando as malas para chegar e sair de Oldtown… lá não pode nenhum veículo motorizado.

Outra opção mais acessível é parar no estacionamento público. Ele fica em uma área mais residencial e pouco turística da cidade, no caminho para Lapad. Você pode perguntar para qualquer pessoa de lá que eles vão te indicar o local exato do estacionamento. Ele era beeeem mais barato do que o estacionamento de oldtown. Achamos melhor parar na rua mesmo que saia o mesmo preço

No dia de ir embora, pegamos um taxi com as malas no Pile Gate e ele nos deixou em frente ao carro. Acabou sendo muito mais barato do que parar nos estacionamentos. Valeu a pena!

Onde comer

Na cidade antiga o que não faltam são bons restaurantes para você se jogar. Claro, que como é um local totalmente turístico, o cuidado tem que ser redobrado pra você não cair numa furada. Por isso, não quero ficar indicando mil opções. Se perca nas ruelas, saia da via principal, entre nos becos e você com certeza vai achar um bom restaurante para comer.

A única indicação específica que eu vou dar é do restaurante que eu mais gostei por lá e eu realmente acho que vale indicar pois seguindo a linha dele, foi um restaurante com ótimo custo x benefício, vista linda e delicioso!

dubrovnik croácia coisas que amamos dicas viagem o que fazer onde ficar verão europa 7Os ombrelones do Restaurante Panorama, no alto do teleférico

  • Restaurante Revelin (pertinho do 360)

Vocês sabem que eu amo um restaurante com vista né?! Então, não podia deixar de experimentar um em Dubrovnik. E pra falar a verdade para vocês, eu AMEI esse. Além de ser super bem localizado e com uma vista linda, ele fica ao ar livre, embaixo de uma árvore e tem uma comida apenas deliciosa.

Perto dos outros restaurantes com vista que a cidade oferece achei essa a melhor vista e o melhor custo x benefício. Os outros eram caríssimos e não achei a vista tão linda quanto nesse. Não esqueça de fazer reserva para garantir que vai conseguir mesa. E claro, peça para te colocarem nas mesas que ficam “encostadas” no mar. Você também vai amar.

dubrovnik croácia coisas que amamos dicas viagem o que fazer onde ficar verão europa 32 dubrovnik croácia coisas que amamos dicas viagem o que fazer onde ficar verão europa 29

Compras

Taí uma coisa fraca em Dubrovnik: compras. Apesar da cidade antiga ter várias lojinhas você só vai fazer compras de fato se quiser gastar suas kunas em souvenir. Isso é o que não falta por lá.

A única loja que eu acho que valem uma menção especial é a multimarcas Maria, Ela fica próximo ao porto lateral da cidade murada e vende marcas como Celine, Balenciaga, YSL, Stella McCartney… uma opção para quem quiser consumir luxo por lá.

Agora, sem falar especificamente de lojas, posso recomendar uma coisa para vocês: comprem azeites e trufas. Gente, além de ser MUITO barato por lá é delicioso. Trouxe uma garrafinha de azeite e dois potinhos de trufas com cogumelos. É uma delicia e eu já estou arrependida de não ter trazido mais.

Ah! Outra coisa super típica de lá que vale a sua atenção são as lavandas. A cidade cheira a lavanda… é uma delicia. Trouxe alguns sachês de gaveta e vários sabonetes. Vale super a pena.

dubrovnik croácia coisas que amamos dicas viagem o que fazer onde ficar verão europa 33

fique ligado

  • Eu não utilizei guia em Dubrovnik, mas antes de ir conversei muito com a Natasa, do Dubrovnik em Português e só não fizemos um passeio juntas porque infelizmente nossa agenda não bateu. Por isso, fica a dica para quem quiser conhecer a cidade com uma guia nativa e licenciada.Natasa Brailo
    info@dubrovnikemportugues.com
    +385 911797490
    www.dubrovnikemportugues.com/Ela oferece seis tipos de tours diferentes para atender aos desejos dos variados tipos de turistas e claro, para fazer caber na sua programação.
  • Se você não estiver hospedado na cidade murada, talvez seja legal comprar o Dubrovnik Card que te dá direito de entrada em vários monumentos, transporte gratuito pela cidade e descontos diversos. O de um dia custa HRK 153 comprando pela internet.
  • Do aeroporto para o Pile Gate, a principal entrada da cidade, de taxi você vai gastar mais ou menos 35 kunas e é super tranquilo de pegar na porta. Não precisa se preocupar em agendar um carro ou contratar um motorista. Ah! A viagem é longuinha e sinuosa… são 30 minutos de carro.
  • No aeroporto também trocamos um pouco de dinheiro por kunas para pagar o taxi e a taxa foi praticamente idêntica a da cidade. Portanto, menos uma preocupação pra você.
  • Não pense que seus euros serão aceitos por lá. Ninguém aceita mesmo. Nem mesmo as lojas mais internacionais ou restaurantes mais turísticos. Portanto, tenha sempre suas kunas em mãos.

dubrovnik croácia coisas que amamos dicas viagem o que fazer onde ficar verão europa 28Acho que é isso. Espero que vocês tenham gostado desse post, que ele esteja claro e tire todas as suas dúvidas de vocês dessa cidade tão legal que é Dubrovnik.

Em breve, teremos mais posts sobre as outras cidades que eu visitei na Croácia. Portanto, preparem-se que Hvar, Split e Lagos Plitvice vem ai. De bônus ainda teremos posts sobre Montenegro e Mostar, na Bósnia também! =)

Se vocês ainda tiverem alguma questão sobre Dubrovnik, não hesitem e deixem ai nos comentários que eu respondo rapidinho. Boa viagem!